Acontece

Copa gastronômica solidária

 

Por Beatriz Marques, de Curitiba

O Pequeno Príncipe, centro de saúde para crianças e adolescentes em Curitiba, recebeu uma ajuda de peso no final de março. Os chefs Alex Atala (D.O.M., em São Paulo), Roberta Sudbrack (Roberta Sudbrack, no Rio), Claude Troisgros (Olympe, 66 Bistrô e CT Brasserie e Boucherie, no Rio), Flávia Quarema (chef consultora, no Rio) e Celso Freire (Zea Maïs, em Curitiba) doaram seu talento para o primeiro jantar da Copa Gastronômica Gols pela Vida, promovido pelo complexo para arredação de fundos. O evento foi realizado no Castelo do Batel com a presença de 280 comensais, que pagaram entre R$ 400 e R$ 500 pelo jantar de cinco tempos, harmonizado com vinhos selecionados pelo sommelier Carlos Feliz (proprietário da Enoteca Decanter e Adegas Boulevard, em Curitiba).

Camarões com lâminas de chuchu e leite de amendoim

Duas cozinhas-show,  montadas no enorme salão, foram usadas para os chefs demontrarem a finalização de seus pratos e interagirem diretamente com o público. Celso Freire deu início ao jantar com uma trouxinha de folhas de brócolis com frutas secas, curry e castanha-de-caju, harmonizada com o branco argentino Colomé Torrontés 2010. Na sequência veio a chef Sudbrack com seu camarão em lâminas de chuchu e leite de amendoim, acompanhado do chileno De Martino Legado Chardonnay 2009. O próximo a subir no palco foi Atala, que apresentou o fettuccine de pupunha à carbonara, servido com vinho tinto italiano Morellino Di Scansano 2008. O último prato principal foi assinado por Claude Troisgros, o cânon de cordeiro em crosta de shiitake e molho de açaí, combinado com o tinto australiano Schild State Shiraz 2005. O final da noite ficou nas mãos de Flávia Quaresma, com sua roulade de chocolate com castanhas brasileiras, cupuaçu e gelatina de cachaça, harmonizada com vinho do Porto Warre’s Warrior. O resultado foi positivo: R$ 113 mil arrecadados e comensais felizes não só em ajudar, mas também em degustar as delícias da noite.

Fettuccine à carbonara

Esse foi o primeiro de muitos jantares que o Pequeno Príncipe pretende realizar para apoiar financeiramente o complexo, que abrange um hospital, faculdade e instituto de pesquisa sem fins lucrativos. Os próximos eventos acontecem em Paris, São Paulo, Nova York e Rio de Janeiro, mas em um formato diferenciado. No lugar da cozinha-show serão montados pequenos quiosques, onde cada chef convidado elaborará um prato com ingredientes brasileiros. Com um convite, ao custo de R$ 50, os visitantes têm direito a degustar um dos pratos. E podem ao longo do dia comprar outras opções. “O chef que vender mais será o vencedor da Copa Gastronômica”, conta Letícia Krause, idealizadora do “calendário solidário”, que termina em 2014, ano da Copa do Mundo no Brasil. O chef Troisgros, nomeado padrinho do evento, já está mexendo seus pauzinhos. “Minha ideia é convidar chefs estrelados, como Alain Ducasse, meu irmão Michel (Troisgros) e Gérald Passédat”, conta.

O Castelo do Batel, local do jantar beneficente

Além de ajudar as obras do Pequeno Príncipe, Letícia tem mais um sonho: reformar as cozinhas do hospital. “Aqui as cozinheiras fazem milagres”, relata. “Depois quero fazer um jantar especial para a crianças”. E que a missão seja cumprida.

Confira a seguir a demonstração de Claude Troisgros e de Roberta Sudbrack nas cozinhas-show montadas no Castelo do Batel.

Complexo Pequeno Príncipe

Rua Desembargador Motta, 1070 – Água Verde (veja no mapa)

(41) 3310-1080 – Curitiba – PR

www.pequenoprincipe.org.br

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QEshTBvIuoc[/youtube]

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=pT9UyJ16KVg[/youtube]