Destaques-da-edicao

Nosso primeiro selo

Por Suzana Barelli

Desde janeiro, o selo de controle fiscal é obrigatório nas garrafas que saem das vinícolas brasileiras e dos estoques das importadoras, no País. Mas só agora as primeiras garrafas com o selo em destaque no gargalo começam a chegar ao consumidor. Na última degustação mensal da Menu, para o ranking da edição de abril, os primeiros selos apareceram. Dos 16 rótulos degustados às cegas, três já tinham o selo em destaque.

E, nos restaurantes, uma nova polêmica deve marcar o já controverso selo. “Ele sai muito fácil da garrafa. Não fixa direito”, afirma o sommelier Flávio Souza, do restaurante North Grill. Defendido pela indústria nacional, como maneira de coibir o contrabando e o mercado ilegal de vinhos, o selo é criticado pelos importadores.

Em tempo: o tema da nossa degustação é o syrah do Chile versus o da Argentina. Confira o resultado na edição de abril, em breve nas bancas.