Comidas

Menu Testa máquina Instant Crepe

por Luciana Mastrorosa

Crepes no palito são guloseimas que costumam agradar às crianças e tornar mais divertidas as refeições informais em família. Por isso, a ideia de uma máquina que produz cinco crepes de cada vez, como a Instant Crepe, nos pareceu um desafio interessante para incrementar a hora do lanche, do almoço ou do jantar. Assim, elegemos este eletrodoméstico para a Menu Testa deste mês.

Pequeno, o aparelho pesa cerca de 2,5 kg e cabe em qualquer cozinha, mas alguns cuidados devem ser observados antes de sua utilização. Em primeiro lugar, é importante checar a voltagem: por ser bivolt, a Instant Crepe pode ser plugada em tomadas de 110 V ou 220 V. E a máquina, por definição, aquece durante o uso, então deve-se ter cuidado ao tocá-la durante o preparo dos crepes, especialmente quem tem filhos pequenos.

O aparelho, importado pela Infinito, acompanha dois volumes: um manual de instruções explicando o funcionamento da máquina e ensinando algumas massas básicas, e um pequeno livro de receitas desenvolvidas pela chef Renata Assali. Na primeira tentativa, optei por fazer uma receita de massa do manual, rapidamente preparada no liquidificador. Seguindo as instruções, untei a parte interna da máquina com manteiga, fechei o aparelho e o liguei na tomada. Depois de cerca de 4 minutos, uma luzinha verde sinalizou automaticamente que a máquina estava pronta para ser “recheada”. Distribuí então os palitos com o recheio – mussarela, presunto e tomate em cubinhos – e os cobri com a massa, de textura mole. Cada receita rende 20 crepes.

Os cinco primeiros ficaram saborosos, mas a massa grudou muito no aparelho. Dessa forma, tive de esperar a máquina esfriar naturalmente (desplugada da tomada) para limpá-la e prosseguir com os crepes. Na segunda tentativa, a massa escorreu pelas laterais, o que também fez mais bagunça que o esperado. Aqui vale mencionar que, seguindo apenas o manual de instruções, faltam informações úteis como quanto se deve colocar de massa e recheio, se a manteiga (ou margarina) deve ser derretida antes de untar a máquina, etc. Com isso, seguindo apenas a intuição, podem ocorrer erros nas primeiras tentativas.

Assim, resolvi descartar o restante da massa e apostar em outra receita. Desta vez, usei a massa croc, do livrinho que também vem com a Instant Crepe. Repeti o mesmo procedimento das outras vezes e, novamente, a massa grudou nas cavidades da máquina, fazendo com que alguns crepes ficassem furados ao serem retirados. Porém, uma boa surpresa: essa massa mostrou-se muito mais saborosa que a primeira, e também mais crocante.

Na segunda tentativa com essa nova massa, resolvi untar as cavidades dos crepes com mais manteiga e colocar um pouquinho a mais de massa, o suficiente para preencher a cavidade dos crepes, mas com certo excedente na superfície da máquina (sem derramar pelas laterais, porém). E então, depois de apenas 4 minutos de cozimento, obtive finalmente os crepes como eles devem ser: crocantes, dourados e inteirinhos no palito, sem grudar e sem quebrar. A partir daí, ficou mais fácil preparar as próximas levas de crepes, pois a máquina não tinha pedacinhos residuais de massa grudada.

PONTO FORTE: depois de algumas tentativas para “entender” a máquina, usando a quantidade correta de massa e recheio e untando bastante a máquina, é muito divertido comer crepes no palito feitos na hora, com o recheio de sua preferência.

PONTO FRACO: o manual de instruções poderia informar com mais precisão o modo de preparo dos crepes, para evitar a perda de massa (e de tempo) em tentativas frustradas. Além disso, a máquina dá um pouco de trabalho para limpar, pois não pode ser lavada. Como se usa bastante manteiga, é preciso paciência para não deixar resíduos de gordura no aparelho.

PREÇO SUGERIDO: R$ 299

INFORMAÇÕES: www.infinitoweb.com.br