Bebida

Uma nova bag-in-box

Por Suzana Barelli

Já na aparência, a bag-in-box da vinícola portuguesa Solar dos Lobos é diferenciada, como prova a foto ao lado. Em um formato que lembra mais uma caixa de vinhos, daquelas que podem ficar expostas numa mesa de jantar, a embalagem preta armazena dois litros do tinto Colheita Selecionada, um vinho na categoria intermediária da casa portuguesa. A prática destoa da maioria das vinícolas que optam por colocar seu vinho básico em bag-in-box. Batizado de Le Loup Noir, o vinho nesta prática embalagem dura até cinco meses depois de aberto, garante a enóloga Susana Esteban.

Lançado inicialmente em Portugal, o Le Loup Noir chega até o final deste ano no Brasil. Seu preço ainda não está definido pela importadora Mercovino, mas o tinto Colheita Selecionada, em garrafa de 750 ml, é vendido por cerca de R$ 50 em São Paulo. Na taça, o tinto da bag-in-box se mostrou bem frutado, com uma leve nota de chocolate no nariz, redondo em boca, com taninos bem moldados. E com uma qualidade bem maior do que os tintos básicos que costumam ser comercializados nestas embalagens.