Comidas

Menu Testa: forno elétrico De’Longhi RO 2050 Rotisserie

por Luciana Mastrorosa

É difícil resistir ao aroma de um frango assado, especialmente os preparados na famosa “televisão de cachorro”, o forno vertical comum em padarias e rotisseries, que doura lentamente as aves em espetos giratórios.

A proposta do forno elétrico RO 2050, da De’Longhi, é justamente ajudar o fã dessas iguarias a preparar frangos assados, de pele dourada e crocante, na comodidade do lar – e com o tempero que preferir.

Já conhecia a marca pelos modelos de cafeteiras de espresso, mas confesso que fiquei curiosa para saber como seria o desempenho do forninho. À primeira vista, a peça logo me conquistou pelo charme da cor vermelha, que deixa qualquer cozinha mais bonita. Também achei o modelo leve (pesa 4,65 kg), fácil de carregar e de boas dimensões (tem 37 cm x 29,5 cm x 27 cm e capacidade para 20 litros). Está disponível em 110 V ou 220 V, e o consumo de energia é de 0,09 kWh para atingir 200ºC (a temperatura máxima), e mais 0,58 kWh para manter essa temperatura durante 1 hora, totalizando um gasto energético de 0,67 kWh nesse período de tempo.

Como outros fornos elétricos, este também assa, doura, tosta e mantém os alimentos aquecidos. Mas o grande diferencial desse modelo é mesmo o espeto giratório, que permite assar pequenas aves e cortes de carnes por igual, sem a preocupação de ficar mudando a peça de posição de tempos em tempos. Animada com a novidade, escolhi um frango pequeno, de 1,5 kg, para o teste.

O manual de instruções que acompanha o forno elétrico tem informações abundantes sobre a maneira correta de operar a máquina e as diferentes funções do forninho, mas não tem sugestões de receitas. Dessa forma, escolhi fazer um tempero simples para não interferir demais no sabor da ave – podendo, assim, perceber melhor como a cocção interferiria no alimento.

Lavei o frango em água corrente, com metade de um limão, e sequei a ave com papel-absorvente. Temperei-a com sal, pimenta-do-reino moída na hora, um fio de azeite de oliva e gotas de limão. Como “recheio”, coloquei o restante do limão, 1 pimenta dedo-de-moça pequena e seca, mais sal e pimenta e folhas de louro.

Depois de temperado, pus o frango no espeto e o prendi com as pinças metálicas que acompanham o forninho. Aqui, aprendi que o ideal é amarrar bem a ave com barbante de algodão, para que ela não fique esbarrando na bandeja (o forno tem um bom tamanho, mas não é tão grande assim; o ideal é usar aves de, no máximo, 2 kg).

Seguindo as instruções do manual, prendi o espeto no local indicado, coloquei uma das bandejas que acompanham o produto na base do forninho e programei um cozimento próprio para esse fim, com a resistência superior no máximo (200ºC), mais o motor do espeto em funcionamento. Ainda de acordo com o manual, cerca de 2 horas de cozimento seriam suficientes para deixar meu frango dourado, suculento e macio, como um frango de padaria.

Na prática, 30 minutos além do indicado foram necessários para deixar a ave no ponto que eu queria, mas o resultado foi animador. Depois de um total de 2h30, meu frango de 1,5 kg transformou-se num apetitoso prato para o jantar, com a carne suculenta e a pele bem dourada. O aroma de frango assado espalhou-se pela casa, provando que o forno elétrico cumpriu seu papel.

PONTO FORTE: o De’Longhi RO 2050 é pequeno, leve e bonito, o que facilita o transporte e deixa a cozinha mais charmosa. Além das funções básicas de um forno elétrico, como assar, tostar, etc, o espeto giratório é realmente um diferencial – é só colocar a carne no espeto, acionar a máquina e deixá-la fazer seu trabalho. O revestimento antiaderente também facilita na hora da limpeza.

PONTO FRACO: embora tenha um bom espaço interno, o forno não comporta aves ou pedaços de carne muito grandes – o espeto suporta no máximo 2 kg de peso. Mas uma ave pequena, de 1,5 kg, já esbarrava na bandeja inferior, o que não é o ideal. Além disso, a falta de sugestões de receitas pode dificultar a vida do cozinheiro inexperiente.

PREÇO SUGERIDO: R$ 399

INFORMAÇÕES: www.delonghi.com.br