Comidas

Barry Callebaut vai abrir academia do chocolate em São Paulo

Bombons feitos com o chocolate Barry Callebaut

Por Suzana Barelli

A empresa belga Barry Callebaut, maior fabricante de chocolates gourmet do mundo, deve anunciar em breve a inauguração de sua primeira Academia do Chocolate na América do Sul. A escola ficará em São Paulo, mais precisamente em um edifício na Avenida Paulista, e a inauguração oficial está prevista para fevereiro de 2013. A unidade brasileira será a 15ª escola da Barry Callebaut no mundo, voltada para a capacitação e treinamento de chefs e profissionais no trabalho com o chocolate.

A academia é a maneira de a marca belga estreitar seu relacionamento com os artesãos e profissionais que lidam com esta matéria-prima. Na sala de aula, cursos sobre as últimas tendências de moldar o cacau e seus derivados, aulas sobre técnicas e receitas, muitas receitas, das clássicas às modernas. A academia também possibilita aos profissionais experimentar o potencial do chocolate em novos preparos. Enfim, é um laboratório para a pesquisa da aplicação desde doce no mercado.

A academia confirma a importância do mercado brasileiro para os fabricantes europeus de chocolate. Desde 2010, a Callebaut tem uma fábrica no Brasil, localizada em Estrema (MG), que fornece seus chocolates para os “transformadores”, como docerias, padarias e restaurantes. A marca não vende direto para o consumidor final. Nos últimos anos, a empresa também investiu em levar seus embaixadores – a marca tem mais de 100 porta-vozes pelo mundo – para conhecer o cultivo do cacau, em Ilhéus, no litoral baiano. Por aqui, a embaixadora da marca é a chef chocolatier Renata Arassiro. A Academia do Chocolate tem unidades na Bélgica, na França, na Holanda, na Suíça, na Espanha, na Inglaterra, na China, na Índia, na Polônia, na Malásia e na Rússia. Nas Américas, a empresa tem academias nos Estados Unidos, Canadá e México.