Bebida

Salton aposta na linha Intenso

O Volpi surgiu no início dos anos 2000

Merlot da linha Intenso

Por Suzana Barelli

As bandeiras de Alfredo Volpi (1896-1988) não marcam apenas a trajetória deste pintor ítalo-brasileiro, referência do modernismo brasileiro. Nos rótulos da vinícola Salton, elas marcam um capítulo importante da história moderna dos vinhos brasileiros. A ideia de colocar os desenhos do artista no rótulo foi apresentada no início dos anos 2000 a Angelo Salton, então presidente da empresa, que comprou o projeto. Nascia assim a linha Salton Volpi, com brancos e tintos honestos (na qualidade e no preço) e prontos para conquistar o consumidor brasileiro.

Pelo acordo assinado na época, a Salton paga royalties para os herdeiros do pintor, em um contrato que vence em 2014.  O problema é que os herdeiros de Volpi não se entendem e brigam pelo dinheiro que vem do uso da imagem do pintor. Precavida, a Salton decidiu não entrar nesta disputa. E está começando a apresentar ao mercado a linha Intenso, de brancos e tintos frutados e prontos para conquistar o consumidor iniciante do vinho – a sugestão é que os vinhos sejam vendidos por R$ 29,90. Neste primeiro momento, a linha Intenso será comercializada nos supermercados e a Volpi, nos restaurantes.

A Intenso chega ao mercado com dois rótulos. O primeiro, com imagens representando vestimentas de passistas de carnaval, é vendido apenas na loja da vinícola, na Serra Gaúcha, e também destinado à exportação. O segundo traz no rótulo o relógio de sol, que decora a fachada da vinícola, e visa o mercado brasileiro. O Intenso é elaborado sempre com o corte de duas variedades (a exceção é um 100% merlot e outro 100% cabernet sauvignon), sempre com uvas próprias da vinícola, na região da Campanha.