Acontece

Leilões de vinho, por uma boa causa

Leilão de vinhos da Sotherby's

Por Suzana Barelli

Leilões de vinho não são muito comuns no Brasil. Mas um deles, o da Apae, começa a entrar no calendário anual daqueles que dão seus lances pela chance de obter garrafas raras. A sexta edição do evento acontece no dia 21 de maio, em São Paulo, e, entre as estrelas, está um Cheval Blanc da safra mítica de 1961; um Petrus 1993 e o ícone portugues Barca Velha, de 1991. Renato Moysés será o leiloeiro.

Na Europa, onde casas como Christie’s e Sotheby’s têm até departamentos próprios para garimpar rótulos raros, os tempos de crise estão criando outros leilões: os governamentais. No início de maio, chamou atenção o anúncio do governo francês de leiloar 10% da adega presidencial. O vinho mais badalado posto a venda é um (alias, várias garrafas) de Petrus, um dos ícones de Bordeaux, da safra de 1990. O leilão contará com cerca de 1.200 garrafas, todas francesas, o equivalente a 10% da adega, criada em 1947. Realizado pela casa Drouot nos dias 30 e 31 de maio, o objetivo é arrecadar cerca de 250 mil euros.

A ideia do governo francês, segundo a sommelier Virginie Routis, do Palácio do Eliseu, disse à agencia Reuters, é investir parte dos recursos em vinhos “mais modestos” . O dinheiro restante será entregue ao orçamento do Estado. O leilão francês não é o único. Em março, o governo britânico também anunciou a venda de parte de seus vinhos para racionalizar gastos.

Nos dois casos, são vinhos adquiridos ao longo das últimas décadas, muitos deles antes dessa recente inflação dos preços dos rótulos premiuns. E para quem quiser saber sobre a adega do governo brasilerio, ela é formada por rótulos nacionais. Os vinhos são adquiridos, todos os anos, por concorrência entre as vinícolas nacionais. Na última compra, a gaúcha Valduga ganhou a maioria dos lances, nos vinhos e nos espumantes.

SABER MAIS

O 6º Leilão de Vinhos da Apae acontece no dia 21 de maio, no Espaço JK, em São Paulo. Reserva de mesas ou doação de vinhos devem ser feitas pelos telefones (11) 5549-4138 ou 5080-7066.