Comidas

Antiquarius reabre em março em São Paulo

Atmosfera clássica alentejana do extinto Antiquarius paulistano (foto) dará lugar a um estilo contemporâneo, inspirado nos restaurantes de Lisboa

Por Cintia Oliveira

Inaugurado há quase quatro décadas no Rio de Janeiro, o restaurante português Antiquarius também marcou época em São Paulo. No entanto, alguns problemas administrativos, financeiros e divergências entre os sócios levaram o estabelecimento paulistano a fechar as portas em 2012. Agora, os mais saudosistas podem comemorar: a reabertura do Antiquarius está prevista para março. “Inúmeros clientes que frequentavam o restaurante no Rio pediam para que reabríssemos em São Paulo. O mercado paulistano é de grande interesse para nós”, afirma Antonio Perico, filho do fundador no Antiquarius, Carlos Perico. Agora, ele traz para São Paulo um novo conceito do grupo.

Com o nome de Antiquarius Grill, o restaurante funcionará num novo endereço na alameda Lorena, no bairro dos Jardins, e apresentará um cardápio no qual brilham receitas que deram fama à casa, como o bacalhau à lagareira, o bacalhau no forno à portuguesa e o misto de frutos do mar, além de oferecer oito tipos de carnes grelhadas premium, como ribeye e entrecôte,  importados do Uruguai e da Argentina.

Na nova casa paulista, a decoração clássica, de inspiração alentejana do Antiquarius carioca, dará lugar a um projeto inspirado nos restaurantes contemporâneos de Lisboa, de autoria do arquiteto João Mansur.

Embora tenha marcado época, o Antiquarius se insere num cenário paulistano bem diferente de seus tempos áureos. A concorrência aumentou e, hoje, há desde casas que praticam melhor custo-benefício até concorrentes mais sofisticados. “Queremos nos adequar ao momento. Nossa intenção não é ser tão caro como o antigo Antiquarius. Praticaremos preços honestos, teremos um cardápio especial no almoço e alguns pratos de bacalhau também serão oferecidos em meia porção”, promete Antonio Perico, que irá supervisionar a operação da filial paulistana. É aguardar.