Comidas

D.O.M., de Atala, perde posição e é o 7º melhor restaurante do mundo

Atala também foi eleito o melhor chef do ano

da redação da Menu

O D.O.M., principal casa de Alex Atala, perdeu uma posição na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, organizada anualmente pela revista britânica Restaurant. Agora, o restaurante está em 7º lugar no ranking, mas ainda está entre os dez melhores restaurantes do mundo. Atala também foi eleito o melhor chef do ano, uma eleição feita por outros chefs.

Quem recebeu o prêmio, porém, foi o fotógrafo brasileiro Sérgio Coimbra, presente ao evento. Neste ano, Atala decidiu não ir a Londres para acompanhar a premiação. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o chef alegou estar cansado por causa de viagens (acabou de voltar da Amazônia) e preferiu ficar no Brasil para se concentrar em suas casas (D.O.M., Dalva e Dito e Riviera) e projetos, como o Instituto Atá. Ele disse ainda que também está “um pouco cansado” do 50 Best, evento que ele participa há oito anos.

Em compensação, o Maní, dos chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo, ficou na 36ª colocação, subindo 10 posições em um ano. Há um mês, a mesma revista havia concedido a Helena o prêmio de melhor chef mulher do mundo.

Na primeira posição, houve uma troca: o espanhol El Celler de Can Roca, dos irmãos Joan, Jordi e Josep Roca, ficou em segundo lugar, enquanto o Noma, do chef René Redzepi, ficou com a primeira colocação – exatamente o oposto do que aconteceu em 2013. A Osteria Francescana, do chef Massimo Bottura, na Itália, manteve a terceira colocação.

Outra novidade do ranking de 2014 da revista britânica foi o prêmio de melhor chef confeiteiro do mundo. Quem ficou com o prêmio foi Jordi Roca, do El Celler de Can Roca. As edições regionais da Ásia e da América Latina também elegerão os melhores chefs confeiteiros da região.

A eleição dos melhores restaurantes do mundo é feita por cerca de 900 jurados, entre chefs, críticos e especialistas, de 26 regiões do mundo. Cada jurado vota em sete restaurantes e três dos estabelecimentos, obrigatoriamente, devem estar localizados fora de sua região de origem.

Confira abaixo a lista completa:

50 – Waku Ghin, Cingapura

49 – Coi Restaurante, EUA

48 – The Test Kitchen, África do Sul

47 – The Fat Duck, Inglaterra

46 – Le Calandre in Rubano, Itália

45 – Hof Van Cleve, Bélgica

44 – The French Laundry, Estados Unidos

43 – Schloss Schauenstein, Suíça

42 – Geranimum, Dinamarca

41 – Quique Dacosta, Espanha

40 – Daniel, EUA

39 – Piazza Duomo, Itália

38 –  L’Astrance, França

37 – Restaurant Andre, Cingapura

36 – Maní, Brasil (subiu 10 posições em relação à lista do ano passado)

35 – Martin Berastegui, Espanha

34 – Asador Etxebarri, Espanha

33 – Nihonryori RyuGin, Japão

32 – Attica, Austrália

31 – L’Atelier Saint-Germain de Joel Robuchon

30 – Per Se, EUA

29 – De Librije, Holanda

28 – Acqua, Alemanha

27 – Le Chateaubriand, França

26 – Azurmendi, Espanha

25 – L’Arpege, França

24 – Amber, Hong Kong

23 –Frantzen, Suécia

22 – Vila Joya, Portugal

21 – Le Bernardin, EUA

20 – Pujol, México

19 – Faviken, Suécia (subiu 15 posicões de 2013 para 2014)

18 – Astrid y Gastón, Peru

17 – Gaggan, Tailândia

16 – Steirereck, Áustria

15 – Central, Peru (o restaurante que mais subiu posições de 2013 para 2014. Saltou do 50º para o 15º lugar).

14 – Narisawa, Japão

13 – Nahm, Tailândia

12 – Vendome, França

11 – Mirazur, França

10 – The Ledbury, Inglaterra

09 – Alinea, EUA (subiu 6 posições em relação ao ano passado)

08 – Arzak, Espanha

07 – D.O.M, Brasil (perdeu 1 posição)

06 – Mugaritz, Espanha

05 – Dinner, Inglaterra (subiu 2 posições)

04 – Eleven Madison Park (subiu 1 posição)

03 – Osteria Francescana, Itália

02 – El Celler de Can Roca

01 – Noma, Dinamarca