Bebida

Mais três tourigas nacionais para a adega

Por Suzana Barelli

A edição impressa da Menu de abril traz um ranking com 15 tintos portugueses elaborados com a uva touriga nacional. Aqui no blog, listamos mais três vinhos degustados nesta prova. São eles:

Foto: João Castellano/Ag.IstoÉ

Quinta das Estrémuas 2005. Na região do Dão, o berço da touriga nacional, nasce este tinto, elaborado apenas com a touriga nacional. A cor rubi não indica sua evolução – é um vinho de quase nove anos. Traz aromas ainda de frutas vermelhas e algo floral. Mas perde pontos no paladar: seus aromas indicavam um tinto mais estruturado, mas na boca traz taninos corretos e amargor final. Tem 13% de álcool. Custa R$ 107, na Grand Cru. Obteve 86 pontos

Foto: João Castellano/Ag.IstoÉ

Senses Touriga Nacional 2011. Da região do Alentejo, é um tinto alegre,  frutado e floral no nariz. No paladar, corpo médio e taninos presentes, um pouco rústico. Tem 15% de álcool. Custa R$ 107,10, na Adega Alentejana. Obteve 85,5 pontos.

João Pato 2011. Tinto regional da zona de Beira Atlântico, é um tinto entrada de gama do enólogo Luis Pato, um expert na região do Dão. De cor rubi, traz fruta vermelha madura nos aromas, com gosto de uva. No paladar, é leve, ligeiro e traz um inesperado gaseificado. Tem 12,5% de álcool. Custa US$ 29,90, na Mistral. Obteve 84 pontos.

A seguir, confira o quiz para testar seus conhecimentos sobre a touriga nacional e veja as respostas no final.

1) A touriga nacional, variedade emblemática de Portugal, é originária:

a) do Douro

b) do Dão

c) do Alentejo

2) Famosa em Portugal, a área plantada da touriga nacional corresponde a:

a) mais de 80% dos vinhedos do país

b) entre 40% e 60% do vinhedos do país

c) menos de 10% dos vinhedos do país

3) O sucesso da variedade motivou um movimento para rebatizar o nome da uva como:

a) touriga de Portugal

b) touriga portuguesa

c) touriga real

4) Entre as características da touriga nacional, estão:

a) bagos grandes e resistência a doenças no vinhedo

b) bagos pequenos e resistência a pragas

c) bagos pequenos e baixa resistência à doenças

5) Os tintos elaborados com a touriga nacional tendem a ser:

a) muito concentrado na cor, com notas de frutas escuras e florais

b) leves, com boa acidez e notas florais (violeta)

c) muito concentrado na cor, com taninos sedosos e notas florais (lírios)

6) Os vinhos 100% touriga nacional apresentam:

a) taninos bem rústicos e são para consumo imediato

b) boa acidez e longevidade na garrafa

c) boa acidez e taninos rústicos, que precisam de muito tempo na garrafa para serem apreciados

7) Atualmente, a touriga nacional dá origem, principalmente:

a) a tintos varietais, elaborados apenas com esta uva

b) a tintos de corte

c) a vinhos do Porto branco

8 ) Uma das dificuldades de elaborar tintos apenas com a touriga nacional é:

a) muitos vinhedos são cultivados com variedades misturadas

b) os vinhedos plantados apenas com touriga nacional precisam ser replantados a cada dez anos porque são mais suscetíveis a doenças

c) não há vinhedos cultivados apenas com touriga nacional

9) No Douro, a touriga nacional é elaborada:

a) apenas com a fermentação em lagar

b) apenas em fermentação em tanques de inox

c) a decisão de como fermentar cabe a cada vinícola, independentemente da região

10) O sucesso da touriga nacional motivou o plantio da variedade:

a) na Argentina, principalmente em Salta, e na Califórnia

b) na Espanha, na Califórnia e na Austrália

c) no Brasil, principalmente no Vale de São Francisco, e na Itália

Fonte: Wine Grapes (Jancis Robinson), Uvas y Vinos (Oz Clarke) e Wines of Portugal

RESPOSTAS

1 – RESPOSTA B – Os estudos mais recentes indicam que a touriga nacional é originária do Dão e foi mencionada pela primeira vez em 1822

2 – RESPOSTA C – Apesar de famosa, a touriga nacional representa menos de 10% dos vinhedos plantados com variedades tintas em Portugal. Atualmente, ela é mais cultivada no Dão e no Douro

3 – RESPOSTA B – A ideia era chamá-la de touriga portuguesa, pois assim todos os países que plantassem a variedade estariam, automaticamente, associando a uva a Portugal

4 – RESPOSTA C – Uma das razões do baixo plantio de touriga nacional é que, apesar de robusta e vigorosa, seus bagos são pequenos e a planta é muito suscetível à doenças, como o mídio.

5 – RESPOSTA A – A touriga nacional resulta em tintos de boa concentração, escuros, com notas de frutas vermelhas escuras e florais (violetas)

6 – RESPOSTA B – Uma das características da touriga nacional é gerar vinhos com boa acidez e com capacidade de envelhecimento na garrafa

7 – RESPOSTA B – Apesar de seu sucesso, muitos produtores preferem utilizar a touriga nacional em blends (mistura), obtendo vinhos mais complexos. Mas há também bons tintos 100% varietais, em geral, mais caros

8 – RESPOSTA A – boa parte dos vinhedos mais antigos de Portugal são cultivados com as uvas todas misturadas

9 – RESPOSTA C – Portugal é um dos poucos países em que os lagares são usados em grandes escalas, mas há TN que fermenta em lagares e outras em tanques. A decisão cabe a cada enólogo

10 – RESPOSTA B – Atualmente, é crescente a quantidade de vinhedos de touriga nacional plantados na Califórnia (EUA), na Espanha, na Austrália e na Itália