Bebida

Na dúvida, vá de primitivo

(foto: Sheila Oliveira/Empório Fotográfico)

Por Suzana Barelli

Os tintos italianos elaborados com a uva primitivo foram uma grata surpresa na degustação para a edição da Menu, que está nas bancas. São tintos bem elaborados, agradáveis e de preço acessível. O sucesso da prova, na qual o Ghenos Primitivo di Manduria, vendido por R$ 71 pela importadora La Pastina, foi o vencedor, motiva a saber mais sobre esta uva. O teste abaixo ajuda a entender um pouco mais esta uva – as respostas estão no final.

1 – O nome original da uva primitivo é:

a)    zinfandel

b)   tribidrag

c)    trbljan

2 – A cepa foi batizada como primitivo por:

a)    ser uma uva de ciclo curto, uma das primeiras a amadurecer nos vinhedos

b)   ser uma cepa antiga, da época dos fenícios, por isso, primitivo

c)    que a palavra primitivo, em inglês, significa zinfandel

3 – As primeiras referências históricas da primitivo ou zinfandel foram feitas:

a)    nos Estados Unidos, na Universidade de Davis

b)   na Itália, na região da Puglia

c)    na África do Sul, em Stellenbosch

4 – No mapa da Itália, os vinhedos de primitivo estão concentrados:

a)    nas ilhas da Sicília e da Sardenha

b)   na Toscana

c)    na Puglia

5 – A Primitivo é uma cepa bem estudada por:

a)    ser uma das primeiras variedades de uvas conhecidas na modernidade

b)   ser a mesma uva que a zinfandel

c)    ser uma das uvas mais consumidas na Itália

6 – São regiões de qualidade para a Primitivo:

a)    Primitivo di Manduria

b)   Serralunga d’Alba

c)    Primitivo de Valpolicella

7 – São características dos tintos elaborados com a cepa:

a)    o alto teor alcoólico e os aromas florais

b)   o baixo teor alcoólico e os poucos taninos

c)    o alto teor alcoólico e os aromas de frutas vermelhas

8 – De colheita precoce, muito álcool e sabor, a primitivo, no passado, chegou a ser adicionada na mescla dos:

a)    tintos da Sicília

b)   tintos de Bordeaux

c)    tintos da Toscana

9 – Independentemente do nome, a uva primitivo é cultivada:

a)    na Itália, nos Estados Unidos e na Austrália

b)   nos Estados Unidos, na África do Sul e no Canadá

c)    na Itália, nos Estados Unidos e na Inglaterra

10 – No esquema de evolução do vinho, de Oz Clarke, o tinto mais longevo elaborado com esta variedade de uva é:

a)    Zinfandel da Califórnia de um bom ano

b)   Zinfandel da Califórnia de um ano com muita chuva

c)    Primitivo di Manduria de uma boa safra

FONTES: Uvas y Vinos, de Oz Clarke; Wine Grapes, de Jancis Robinson

RESPOSTAS

1 – RESPOSTA B – Originária da Croácia, a uva é chamada de Tribidrag. Trbljan é uma variedade também da Croácia, que era confundida com a Trebbiano

2 – RESPOSTA A – Uma das primeiras referências à cepa é do padre de Gioia del Colle, em 1799, quando identificou que a uva amadurecia primeiro, a chamando de primitivo

3 – RESPOSTA B – Na Itália. As primeiras referências da primitivo são de 1799, com o padre de Gioia del Colle. Na Zinfandel, as primeiras menções datam da década de 1820

4 – RESPOSTA C – Na Puglia, principalmente ao oeste de Salento

5 – RESPOSTA B – O fato de ser a mesma uva que a Zinfandel, tão popular na California, explica o grande conhecimento sobre esta uva

6 – RESPOSTA A – Primitivo di Manduria, que divide com Gioia del Colle como as melhores zonas para a uva na Itália

7 – RESPOSTA C – Alto teor alcoólico e aromas de frutas vermelhas

8 – RESPOSTA C – Em anos de safras ruins mais ao norte da Itália, a primitivo era mesclada nos tintos da Toscana e do Piemonte

9 – RESPOSTA A – A Tribidrag, também chamada de Primitivo ou de Zinfandel, é cultivada na Itália, nos Estados Unidos, na Austrália e na África do Sul, principalmente

10 – RESPOSTA A – Em seu livroVvas y Vinos, Oz Clarke descreve as características das principais uvas e, no final, faz um gráfico de seu envelhecimento. Nele, o Zinfandel da safra de 1998 é mais longevo do que o Primitivo di Manduria de 1999