Bebida

Teste seus conhecimentos sobre a bonarda

Foto: Sheila Oliveira/Empório Fotográfico

Por Suzana Barelli

A bonarda já foi a variedade tinta mais plantada na Argentina. Foi também confundida com a dolcetto ou com a bonarda piemontesa. E, ainda, foi desprezada pelos enólogos do país, que queriam fugir de uma uva que resulta em tintos populares, sem complexidade, com taninos muito rústicos. Esta é a trajetória antiga da bonarda, variedade que começa a reescrever a sua história nos vinhedos do país. Ela não é mais a variedade mais cultivada em nosso país vizinho – perdeu o trono para a malbec na virada dos anos 1990. Sua origem, comprovaram os estudos de DNA em 2008, não está na Itália e sim na França (apesar de ela ter chegado nos vinhedos mendocinos pelos imigrantes italianos). E há enólogos de renome que começam a apostar na cepa, atraídos pela qualidade de seus vinhos. Por tudo isso, vale testar, em dez questões, o seu conhecimento sobre a bonarda

1 Na Argentina, a bonarda é:

a)     a variedade tinta mais plantada no país

b)     a segunda variedade tinta mais plantada

c)      a variedade branca mais plantada

2 – A bonarda argentina é originária da:

a)     dolcetto, do Piemonte italiano, e o nome das duas variedades significam “negro doce”

b)     bornarda piemontesa

c)      douce noire, da Savóia, na França

3 – São sinônimos da bonarda argentina:

a)     charbonneau e corbeau noir

b)     corbeau e dolcetto

c)      bonarda piemontesa e charbonneau

4 – Sobre o início do plantio da bonarda na Argentina:

a)     a bonarda é uma variedade autóctone do país

b)     foi trazida pelos imigrantes italianos no final do século 19

c)      foi trazida por imigrantes franceses no início do século 20

5 – No início, a variedade atraiu os produtores por:

a)     ser muito produtiva e resultar em tintos com muita cor

b)     resultar em tintos muito alcóolicos

c)      ser pouco produtiva e suportar as altas temperaturas de Mendoza

6 – São as maiores regiões produtoras da uva:

a)     San Juan e Salta

b)     Mendoza e San Juan

c)      Patagonia e Mendoza

7 – Entre as características da bonarda, se destacam;

a)     a profundidade da cor e os taninos mais rústicos

b)     as notas florais (violetas) e a baixa produtividade por planta

c)      o vigor da planta e os taninos sempre macios

8 – Sobre o cultivo da bonarda, é possível afirmar:

a)     a variedade é mais plantada nas zonas planas e quentes e, muitas vezes, em pérgolas

b)     para limitar seu vigor, só é cultivada em espaldeiras

c)      é a variedade que melhor se adapta aos vinhedos de altitude do país

9 – A bonarda atraí a atenção dos enólogos atuais que:

a)     sabem que o reinado da malbec está com seus dias contados

b)     veem o potencial desta cepa, principalmente em vinhedos velhos

c)      procuram uma variedade que possa ser cultivada em pérgolas

10 – São produtores que apostam na Bonarda:

a)     Noemia e Catena

b)     Bodegas del Fin del Mundo e Colomé

c)      Zuccardi e Nieto Senetiner

RESPOSTAS

1 – RESPOSTA B – A bonarda é a segunda variedade tinta mais plantada na Argentina, atrás apenas da malbec. Dos 221 mil hectares de vinhedos, a bonarda ocupa 17,41% e a malbec, 31,71%.

2 – RESPOSTA C – Por muito tempo, pensou-se que a bonarda argentina era a mesma da italiana e que poderia até mesmo ser uma mutação da dolcetto. Mas estudos de DNA comprovam que a bonarda argentina é a douce noire

3 – RESPOSTA A – Charbonneau e corbeau noir são nomes que identificam esta uva

4 – RESPOSTA B – A variedade, apesar de sua origem francesa, foi trazida pelos imigrantes italianos no século 19

5 – RESPOSTA A – No passado, quando a qualidade não importava tanto e se produzia vinhos baratos, muitos misturados com água, a bonarda fazia sucesso por sua cor e alta produtividade

6 – RESPOSTA B – Mendoza lidera o plantio da bonarda, com 15 mil hectares, seguida por San Juan, com 2,2 mil hectares de vinhas de bonarda

7 – RESPOSTA A – A bonarda é uma planta vigorosa, que resulta em vinhos de muita cor, com aromas frutados (frutas vermelhas, como framboesas e cerejas) e taninos mais rústicos

8 – RESPOSTA A – Outrora variedade mais plantada da Argentina, a maioria dos vinhedos da bonarda ainda estão nas zonas planas e de menor altitude, nas regiões de Mendoza e San Juan. Muitas vinícolas optam por plantá-las em pérgolas.

9 – RESPOSTA B – O cultivo da bonarda ainda não é consenso entre os enólogos na Argentina, mas o potencial da cepa, principalmente em vinhedos antigos, os levam a apostar na variedade

10 – RESPOSTA C – Zuccardi e Nieto Senetiner são duas vinícolas com vários bonardas em suas linhas de vinhos

FONTES: site Wines of Argentina e o livro Grapes