Cultura

Os estrelados do Michelin 2015 Espanha e Portugal

(foto: divulgação)

Da redação da Menu

Acabam de ser anunciados os restaurantes de Espanha e Portugal avaliados pelo temido guia Michelin na edição 2015, apresentado hoje (18) no Hotel Los Monteros de Marbella.

Os restaurantes três estrelas da Espanha continuam os mesmos, nenhuma novidade na categoria. São eles: Akelare (San Sebastián), Arzak (San Sebastián), Azurmendi (Larrbetzu), DiverXO (Madri), El Celler de Can Roca (Girona), Martín Berasategui (Lasarte), Quique Dacosta (Dénia) e Sant Pau (Sant Pol de Mar).

Entre os dois estrelas, só um restaurante da Espanha subiu: o Aponiente, de Angel León, em El Puerto de Santa Maria (Cádiz). A lista ainda tem: Mugaritz (Guipúzcoa), Miramar (Girona), El Club Allard (Madri), Les Cols (Girona), La Terraza del Casino (Madri), Santceloni (Madri), Casa Marcial (Arriondas), Ramón Freixa (Madri), Dani García (Marbella), Lasarte (Barcelona), Sergi Arola (Madri), Àbac (Barcelona), Atrio (Cáceres), Enoteca (Hotel Arts, Barcelona), Moments (Barcelona), El Portal (La Rioja), M.B. de Martín Berasategui (Tenerife).

Foram 19 os espanhóis que receberam sua primeira estrela Michelin, entre eles o Pakta (Barcelona) e La Cabra (Madri). O país agora conta com 143 restaurantes com uma estrela do guia.

Já entre os portugueses, a grande novidade foi a subida do Belcanto, de Lisboa, chefiado por José Avillez, que conquistou a segunda estrela Michelin. Agora a casa lusitana se soma ao Ocean (Armação de Pêra), de Hans Neuner, e ao Vila Joya (Albufeira), de Dieter Koshina.

Com uma estrela estão 11 restaurantes portugueses, contando com as estreias de Pedro Lemos (Porto), do chef homônimo, e a reentrada de São Gabriel (Almancil), de Leonel Pereira. Completam a lista: Casa da Calçada (Amarante), Eleven (Lisboa), Feitoria (Lisboa), Fortaleza do Guincho (Cascais), Henrique Leis (Almancil), Il Gallo d’Oro (Funchal), L’And Vineyards (Montemor-o-Novo), Willie’s (Vilamoura) e Yeatman (Vila Nova de Gaia).