Bebida

Vendas de cervejas sem álcool estão em alta

Da redação da Menu

Cerveja sem álcool não é daquelas coisas que todo mundo fica feliz em beber. Pudera: quando elas surgiram nos anos 1990, o sabor não era dos mais agradáveis. Novas técnicas de produção, no entanto, estão deixando as fermentadas sem álcool mais gostosas. E isso tem resultado num aumento das vendas desse tipo de bebida. De acordo com uma reportagem da rede de TV e notícias CNN, “as sem álcool são o tipo de cerveja que mais tem crescido em faturamento”.

Um dos motivos é que países muçulmanos – que não podem consumir bebidas alcoólicas – estão cada vez mais interessados nas fermentadas. Um terço de todas as cervejas sem álcool são vendidas no Oriente Médio, informa o jornal britânico The Independent. De acordo com o jornal, “o sabor dessas fermentadas está muito melhor e o consumo aumenta bastante durante as festas de fim de ano, pois muitas pessoas não querem beber e dirigir”.

No Brasil, o mercado das geladas sem álcool ainda engatinha, como visto na degustação da edição 181 da Menu. Naquela prova, os rótulos importados se saíram melhores que os nacionais. A torcida é que esse segmento melhore e dê mais opções aos consumidores.