Cultura

Confira uma seleção de livros de gastronomia recém-lançados

(foto: Felipe Gabriel/Ag. IstoÉ)

por Pedro Marques

 

Veja uma seleção de livros de gastronomia, recém-lançados no País, que merecem figurar na sua estante:

 

enciclopédia da Bota

Os fãs da culinária italiana – que não são poucos – não têm do que reclamar quando se trata de livros, já que volta e meia sai alguma novidade sobre a comida do País da Bota. O mais recente livro sobre o assunto é Enciclopédia da gastronomia italiana. Como vários outros trabalhos, não faltam capítulos dedicados aos antepastos e às massas. Uma das partes interessantes são as seções sobre preparos tradicionais italianos, como os tomates, as polentas e os peixes e frutos do mar. Mas a parte que se destaca é o “caderno prático”, que ajuda quem não nasceu por lá a identificar produtos como queijos, presuntos e utensílios de cozinha. Também destaca as especialidades de cada região do país e traz uma tabela com os produtos italianos que recebem denominação de origem protegida. Já a parte com receitas é dividida entre as diferentes regiões da Itália e vão de clássicos como o risoto à milanesa, espaguete à carbonara e cordeiro ao forno. Faltou, uma descrição mais completa sobre as características culinárias de cada uma das regiões. Quem é apaixonado pela cozinha italiana, porém, já deve saber disso ou ter algum livro que complete essa lacuna.

Enciclopédia da gastronomia italiana – http://goo.gl/6QvXod

As festas do Cake Boss

Buddy Valastro, da série Cake Boss, é mais conhecido – claro – pelos bolos que prepara. Valastro, porém, também é chef e é isso que ele mostra em Festas em família com o Cake Boss. O livro é dividido por ocasiões, como Ano Novo, Dia dos Namorados, Páscoa, Dia das Mães, entre outras datas comemorativas. Algumas não fazem muito sentido para nós aqui no Brasil, como o 4 de Julho (Independência dos Estados Unidos) ou o Dia de Ação de Graças. E as receitas refletem o paladar norte-americano, com pratos como pães de canela, sanduíche de queijo e bacon, asinhas de frango com molho barbecue e costelinhas de porco assadas e grelhadas. A boa notícia é que os fãs dos bolos e sobremesas do Cake Boss não foram esquecidos: em cada capítulo há pelo menos duas receitas de doces para encerrar as comemorações.

Festas em família com o Cake Boss – http://goo.gl/YGc9IM

milho paulista

Nos estudos da história da cozinha brasileira, há um grande destaque para o papel da mandioca. A raiz já era conhecida e seus usos dominados pelos índios quando os portugueses chegaram ao Brasil. Além disso, é considerada a base de boa parte da alimentação no País. O milho, porém, também teve papel importante – embora não tão disseminado quanto o da mandioca –, especialmente no Estado de São Paulo. E é esse papel que Rafaela Basso examina em A cultura alimentar paulista. O trabalho mostra, entre outras coisas, a importância da farinha de milho no movimento das bandeiras que saíam de São Paulo para explorar outras regiões brasileiras. Também há destaque para outros preparos feitos a partir do milho, entre eles bebidas e receitas salgadas. Para quem estuda a alimentação brasileira, é um livro importante para entender a importância desse ingrediente no País.

A cultura alimentar paulista – uma civilização do milho? – http://goo.gl/5ZuWXC

guia da rua

Em São Paulo, a comida de rua está de cara nova desde 2013, quando a prefeitura aprovou a lei que regulariza o trabalho de food trucks e outras formas de alimentação itinerante. De lá para cá, surgiram dezenas de caminhões de comidas que, junto com outros carrinhos e barracas tradicionais, competem pela atenção de quem vive ou visita a capital paulista. E são essas barracas e food trucks que a jornalista Bianca Paulino Chaer registra em Comida de rua – o melhor da baixa gastronomia paulistana. O livro mistura comidinhas clássicas, como o pastel da Maria e o guioza da Liberdade, com outras mais modernas – como os hambúrgueres do Buzina Food Truck, que apareceram na ediçao 189 da Menu. Ou seja, não é uma abordagem histórica da comida de rua, mas um retrato do que mais interessante está sendo oferecido em São Paulo. Se você quer saber mais sobre a comida de rua paulistana e não sabe por onde começar, vale conferir as dicas do livro.

Comida de rua – o melhor da baixa gastronomia paulistana – http://goo.gl/JwwUw8