Acontece

Mais uma vez, El Celler de Can Roca é o melhor restaurante do mundo

Restaurante dos irmãos Josep, Jordi e Joan Roca alcança, mais uma vez, o topo da lista dos melhores do mundo (foto: divulgação)

da Redação da Menu

 

Algumas horas antes da cerimônia de premiação do The World’s 50 Best Restaurants, ranking promovido pela revista inglesa Restaurant e que acontece nesta segunda-feira (1º) a partir das 23h (horário de Brasília), o site oficial do ranking divulgou a lista de premiados deste ano.

O restaurante El Celler de Can Roca, dos irmãos Josep, Jordi e Joan Roca, localizado em Girona (Espanha), retorna ao topo da lista que ocupou em 2013, seguido da Osteria Francescana, restaurante do chef Massimo Bottura em Modena (Itália). O Noma, restaurante do chef René Redzepi localizado em Copenhagen (Dinamarca), que ficou em primeiro lugar no ano passado, caiu duas posições, alcançando o terceiro lugar.

Entre as surpresas da lista está o restaurante Central, do chef Virgilio Martinez, em Lima (Peru), que passou de 15º para o quarto lugar, além de algumas estreias na lista dos 50 mais, como o Tickets, dos irmãos Albert e Ferran Adrià, de Barcelona (Espanha), que ficou em 42º lugar (empatado com o Boragó, de Santiago, Chile), e o Blue Hill at Stone Barns, do chef Dan Barber, em Pocantico Hills (EUA), que ficou com o 49º lugar.

Neste ano, apenas dois restaurantes brasileiros figuram na lista do 50 Best: o D.O.M., do chef Alex Atala, que comemora uma década no ranking, de 7º lugar, em 2014, caiu para 9º; e o restaurante Maní, da chef Helena Rizzo, também caiu de 36º para 41º lugar. Confira a lista completa:

 

1º: El Celler de Can Roca, Girona (Espanha)

2º: Osteria Francescana, Modena (Itália)

3º: Noma, Copenhagen (Dinamarca)

4º: Central, Lima (Peru)

5º: Eleven Madison Park, Nova York (EUA)

6º: Mugaritz, San Sebastian (Espanha)

7º: Dinner by Heston Blumenthal, Londres (Inglaterra)

8º: Narisawa, Tóquio (Japão)

9º: D.O.M, São Paulo (Brasil)

10º: Gaggan, Bangkok (Tailândia)

11º: Mirazur, Menton (França)

12º: L’Arpège, Paris (França)

13º: Asador Etxebarri, Atxondo (Espanha)

14º: Astrid y Gastón, Lima (Peru)

15º: Steirereck, Viena (Áustria)

16º: Pujol, Cidade do México (México)

17º: Arzak, San Sebastian (Espanha)

18º: Le Bernardin, Nova York (EUA)

19º: Azurmendi, Larrabetzu (Espanha)

20º: The Ledbury, Londres (Inglaterra)

21º: Le Chateubriand, Paris (França)

22º: Nahm, Bangkok (Tailândia)

23º: White Rabbit, Moscou (Rússia)

24º: Ultraviolet by Paul Pairet, Xangai (China)

25º: Fäviken, Järpen (Suécia)

26º: Alinea, Chicago (EUA)

27º: Piazza Duomo, Alba (Itália)

28º: The Test Kitchen, Cidade do Cabo (África do Sul)

29º: Nihonryori, Tóquio (Japão)

30º: Vendôme, Bengisch Gladbach (Alemanha)

31º: Frantzén, Estocolmo (Suécia)

32º: Attica, Melbourne (Austrália)

33º: Aqua, Wolfsburg (Alemanha)

34º: Le Calandre, Rubano (Itália)

35º: Quintonil, Cidade do México (México)

36º: L’Astrance, Paris (França)

37º: Biko, Cidade do México (México)

38º: Amber, Hong Kong (China)

39º: Quique Dacosta, Dénia (Espanha)

40º: Per Se, Nova York (EUA)

41º: Maní, São Paulo (Brasil)

42º: Boragó, Santiago (Chile)

42º: Tickets, Barcelona (Espanha)

44º: Maido, Lima (Peru)

45º: Relae, Copenhagen (Dinamarca)

46º: André, Singapura

47º: Alain Ducasse au Plaza Athénée, Paris (França)

48º: Schloss Schauenstein, Fürstenau (Suíça)

49º: Blue Hill at Stone Barns, Pocantico Hills (EUA)

50º: The French Laundry, Yountville (EUA)