Acontece

Haddad sanciona lei que proíbe o foie gras em São Paulo

E o foie gras acabou: prefeito sancionou lei contra a venda da iguaria (foto: divulgação/ Heloisa Ballarini/ SECOM)

da Redação da Menu

Na noite desta quinta (25), o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, sancionou a lei que proíbe a produção e comercialização de foie gras na capital paulista. Em maio, o projeto de lei, de autoria do vereador Laércio Benko (PHS), foi aprovada por unanimidade na Câmara Municipal de São Paulo, sob o argumento de que a gavage (técnica de alimentação forçada à qual são submetidos as aves) causa sofrimento nos animais.

Na edição de junho da Menu (196), chefs como o francês Julien Mercier se manifestaram contra a lei. “É um atraso”, disse ele à revista. Já o chef Raphael Despirite, do restaurante Marcel, de São Paulo, lembrou que a lei irá prejudicar somente o pequeno produtor. “Quem come foie gras vai para Paris comer, quem vende vai substituir por outra coisa ou dar um jeito de continuar vendendo.”

A partir de hoje, os restaurantes têm um prazo de 45 dias para retirar o ingrediente do cardápio. E a lei também proíbe a venda de artigos confeccionados com pele de animais criados especificamente para essa finalidade.