Receitas

Mais do que um grão saudável, a chia esbanja versatilidade na cozinha

(foto: Shutterstock)

da Redação da Menu

Segundo reportagem publicada na edição deste mês da Menu (201), a chia é rica em nutrientes e, por isso, não pode faltar à mesa de quem segue uma dieta saudável. E o grão também esbanja versatilidade na cozinha, quando utilizado como ingrediente. Confira, abaixo, duas receitas assinadas pela chef Priscilla Herrera, do restaurante Banana Verde, de São Paulo. Para mais receitas com chia, leia a edição de novembro, que está nas bancas.

tapioca cremosa de chia e coco com calda de frutas tropicais

por Priscilla Herrera, do Banana Verde (leia reportagem na edição 201)

calda de frutas tropicais

½ xícara (chá) de carambola picada

½ xícara (chá) de manga picada

½ xícara (chá) de maracujá

½ xícara (chá) de agave

tapioca cremosa

1 coco seco descascado e ralado (400 g)

10 xícaras (chá) de água

1 ½ xícara (chá) de sagu

1 xícara (chá) de chia

1 ½ xícara (chá) de mel de agave claro

para servir

chips ou lascas de coco fresco levemente tostados

calda de frutas tropicais

Em uma panela, coloque a carambola, a manga, o maracujá e o agave. Cozinhe em fogo médio até as frutas desmancharem e a calda apurar. Deixe esfriar e reserve.

tapioca cremosa de chia e coco

No liquidificador, bata o coco com a água até ficar cremoso, com aparência de leite de coco. Coloque o leite de coco em uma panela, adicione o sagu, a chia e o agave, e cozinhe em fogo baixo, mexendo para não grudar. Aos poucos, o sagu começará a hidratar no leite de coco. Deixe cozinhar até ficar macio, quando o centro do sagu ficar levemente branco e o restante, transparente.

para servir

Despeje o sagu ainda morno em taças. Regue com a calda de frutas tropicais e finalize com chips de coco fresco.

dica da chef

Preste atenção ao ponto de cozimento do sagu. Se passar, ele vai desmanchar.
rendimento 6 porções; preparo 45 minutos; execução fácil

 

bolo de maçã com chia e castanha de caju

por Priscilla Herrera, do Banana Verde (leia reportagem na edição 201)

1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo orgânica

½ xícara (chá) de castanha de caju triturada

1 ¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio

1 pitada de sal

1 pitada de canela

1 pitada de noz-moscada

½ xícara (chá) de chia

3 xícaras (chá) de maçãs-verdes, cortadas em cubos pequenos

1 sumo de limão-siciliano e raspas

1 ½ xícara (chá) de óleo de coco

2 colheres (sopa) de extrato de baunilha

1 xícara (chá) de leite de castanhas de caju

3 ovos batidos

2 xícaras (chá) de açúcar orgânico

para untar

óleo de coco, o quanto baste

chia, o quanto baste

farinha de trigo, o quanto baste

bolo de maçã com chia e castanha de caju

Em uma tigela, misture a farinha de trigo, a chia em grãos e as castanhas de caju trituradas com bicarbonato de sódio, sal, canela e noz-moscada. Reserve. À parte, misture as maçãs picadas com o sumo do limão e as raspas. Reserve. No liquidificador, bata os ovos com o óleo de coco, a baunilha, o leite de castanhas e o açúcar até formar uma massa homogênea. Coloque em uma vasilha e acrescente aos poucos a mistura de farinha, mexendo delicadamente com um fouet. Quanto menos mexer, mais a massa fica fofa. Unte uma forma de 24 cm de diâmetro com óleo de coco, um pouco de chia e farinha de trigo. Despeje metade da massa, espalhe por cima metade das maçãs, finalize com a massa e depois coloque o restante das maçãs. Leve ao forno preaquecido (180ºC) por 1 hora ou até dourar. Espete um palito no bolo e se sair seco, o bolo está pronto.

dica da chef

Use uma forma de fundo removível, que ajuda a assar melhor a parte de baixo do bolo. Coloque dentro de outra assadeira para não vazar massa dentro do forno.

rendimento 10 porções; preparo 1 hora e 30 minutos; execução fácil