Comidas

Informalidade e rapidez marcam o La Risotteria, no Eataly

O chef José Barattino assina o cardápio do novo espaço dedicado ao risoto (fotos: Felipe Gabriel/Ag. IstoÉ)

por Romeu e Julieta*

Quem já colocou os pés na filial paulistana do Eataly, dificilmente saiu de lá com as mãos ou o estômago vazio. O megaempório, com uma infinidade de produtos culinários e diversos pontos de alimentação (confira a reportagem publicada na edição 196), agora nos dá mais um motivo para visitá-lo: no final de janeiro abriu o La Risotteria, especializado no tradicional prato italiano. Instalado no piso térreo, o novo restaurante complementa os já existentes Le Verdure e Il Crudo (focado em pratos vegetarianos e crus, respectivamente). Na prática, os cardápios ganharam o reforço dos risotos.

MENU 204 - ROMEU & JULIETA

O carpaccio de peixe com rabanete e agrião

Como já é tradição no Eataly, a fila era grande no dia da nossa visita (um almoço no meio da semana), porém andou rapidamente. Mesas de madeira e cadeiras de plástico, instaladas bem próximas a gôndolas de frutas e verduras, dão um tom de informalidade ao lugar. E para quem está sozinho, o largo balcão, com vista para a cozinha, é uma boa distração. “Gosto da ideia de comer no meio do mercado. Mas dificilmente viria aqui para um jantar romântico”, opinou Julieta.

MENU 204 - ROMEU & JULIETA

Risoto de bacalhau com azeitona preta

Para começar, aproveitamos para conhecer pratos do Il Crudo e Le Verdure. Enquanto eu, Romeu, optei pelo carpaccio de peixe do dia (no caso, o namorado), com agrião, rabanete, gomos de limão e laranja (R$ 44)**, Julieta ficou com a bruschetta de cogumelos, creme de queijo e ervilha (R$ 18). Eu esperava fatias bem mais finas do peixe, que mais lembravam um sashimi, e algumas estavam fibrosas. Julieta, por outro lado, só fez elogios ao meu prato: “O peixe está bem fresco e a presença dos cítricos deixou-o mais leve”, disse. No caso da bruschetta, enquanto ela se queixou da cobertura, que estava gelada, e o pão muito embebido no azeite, eu aprovei o resultado, cremoso e saboroso. “Deveríamos ter trocado de pratos”, concluiu minha parceira.

MENU 204 - ROMEU & JULIETA

Risoto de lula com pesto

A mesma situação se repetiu nos principais. Entre as 11 opções de risoto assinadas pelo chef José Barattino, Julieta escolheu o de lula com pesto (R$ 42)** e eu o de bacalhau com azeitona preta (R$ 62). Enquanto eu achei que deveria ter mais lascas do pescado e o tempero acebolado era forte demais, Julieta adorou o prato. “E o bacalhau está bem presente, mas desfiado”, contestou. Eu teria ficado com seu risoto, bem delicado, com a lula no ponto, escoltado por tomate cereja e agrião. Pelo menos concordamos que ambos estavam com o arroz “al dente”, o que pode desagradar os brasileiros acostumados com o grão mais macio. E o vinho branco italiano Villa Russiz Les Enfants 2012 (R$ 137 e R$ 100, R$ 80 na importadora) foi uma ótima sugestão do sommelier para acompanhar nossa refeição.

MENU 204 - ROMEU & JULIETA

A bruschetta de cogumelos: prato que dividiu a opinião do casal

Mesmo com tantos “desacordos”, Julieta não descarta um retorno ao La Risotteria. “Para um almoço rápido e sem frescuras”. Eu concordo, mas que as próximas escolhas sejam mais acertadas.

La Risotteria di Eataly

avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1489 – Vila Olímpia (veja no mapa)

(11) 3279-3300 – São Paulo – SP

eataly.com.br

* Crítica publicada na seção Romeu e Julieta, da edição 204

** De lá para cá, tanto o carpaccio de peixe com rabanete e agrião quanto o risoto de lula com pesto saíram do cardápio. Mas a boa notícia é que o risoto de bacalhau com azeitona preta está mais barato. Agora custa R$ 58.