Bebida

Chope é aposta das cervejarias artesanais

A fachada do C.O.D., que aposta nas geladas tiradas nas torneiras (fotos: divulgação)

por Pedro Marques*

Mais chope, menos garrafa. Esse parece ser o ritmo das cervejas especiais neste ano – e o motivo é o preço, já que as geladas tiradas nas torneiras costumam ser mais baratas que as garrafinhas à venda nos empórios. “O chope acaba sendo mais vantajoso tanto para quem compra quanto para quem vende, o vasilhame encarece o produto”, explica André Leme Cancegliero, sócio da cervejaria Urbana. Não à toa, bares paulistanos focados nas cervejas artesanais dão cada vez mais ênfase à bebida tirada na torneira. A nova unidade da Capitão Barley, inaugurada ainda no primeiro trimestre deste ano no bairro da Pompeia, tem dez torneiras e oferece canecas de 300 ml e 500 ml, com preços que variam de acordo com a cerveja escolhida.

O Ambar, em Pinheiros, segue proposta semelhante, com destaque para chopes de cervejarias artesanais brasileiras, como Burgman, Dádiva, Dama e Mea Culpa, em copos de 200 ml, 310 ml ou 500 ml. Um dos diferenciais do bar é o misturador Mc Dantim, que injeta 30% de nitrogênio aos chopes, o que aumenta a cremosidade da bebida. Para petiscar, porções de bolinho de carne (R$ 25, seis unidades), bruschetta de três queijos (meia cura, feta e gorgonzola, R$ 28, três unidades) e sanduíches como o hot-dog de bacon (salsicha, bacon, cheddar e molho barbecue no pão australiano, R$ 22).

MENU 209 - BAIXA GASTRONOMIA

O Ambar vende growlers, recipientes para levar chope para casa

No bairro de Higienópolis, o C.O.D. – Craft on Draft traz dez torneiras, sendo que duas delas têm rótulos exclusivos da casa (uma Pilsen e uma IPA) e as restantes ficam com chopes variados, de cervejarias nacionais e do Exterior. A proposta de Uri Benedykt, dono do C.O.D., é trazer rótulos não tão fáceis de encontrar, como cervejas de outros Estados brasileiros e edições especiais de geladas produzidas por cervejarias renomadas, como a norte-americana Rogue ou a dinamarquesa Mikkeller.

Fora do circuito, no bairro do Morumbi, o 75 Beer tem oito torneiras para oferecer cervejas frescas, entre nacionais e importadas, aos clientes. O bar, que começou com empório e tem cerca de 200 rótulos em suas prateleiras, também oferece drinques feitos à base das geladas especiais, como o Tonic IPA (cerveja IPA, gim, água tônica e angostura, R$ 28). Para comer, hambúrgueres e petiscos como a coxinha de ossobuco (R$ 29,90, seis unidades) e o bolinho de linguiça blumenau (R$ 28,90, seis unidades).

MENU 209 - BAIXA GASTRONOMIA

O bolinho de carne do 75 Beer

Ambar
rua Cunha Gago, 129 Pinheiros
(11) 3031-1274
São Paulo – SP
barambar.com.br

Capitão Barley
rua Cotoxó, 516
Pompéia – (11) 2609-9476
São Paulo – SP
capitaobarley.com.br

C.O.D. – Craft on Draft
rua Alagoas, 900
Higienópolis – (11) 3938-5977 São Paulo – SP
facebook.com/C.O.DCraftonDraft/

75 Beer
avenida Guilherme Dumont Villares, 693 – Morumbi
(11) 2528-2302
São Paulo – SP

* Reportagem publicada na edição 209