Comidas

Tavola Salvatore Loi mostra lado informal da cozinha do chef

Costela suína à milanesa com massa na manteiga e sálvia: um dos destaques do menu de Loi (foto: Felipe Gabriel/ Ag IstoÉ)

por Romeu e Julieta*

Eu, Romeu, tenho de admitir. O último lugar que penso em comer é em um shopping center. Mas parece que os gigantescos complexos de compras paulistanos estão se esforçando em me conquistar. Os mais jovens, como JK e Cidade Jardim, abriram empenhados em trazer opções aos apreciadores da boa mesa — veja o Tre e Ici Brasserie no primeiro, e Bráz Trattoria e Due Cuochi Cucina no segundo. Já os shoppings mais antigos estão se renovando, de olho na qualidade em restauração.

A mais recente mudança aconteceu no Morumbi Shopping, dentro da loja de vinhos da importadora Grand Cru. E foi de peso: a abertura do Tavola Salvatore Loi, com pratos assinados pelo chef italiano que dá nome à casa (e de talento reconhecido pelo público e crítica). O melhor: com preços acessíveis. “São pré-requisitos que valem a visita”, disse Julieta ao receber meu convite.

Duas voltas no estacionamento para achar uma vaga e dois andares descidos depois, consegui avistar, do corredor do shopping, a bonita cozinha aberta em ação. Mas não espere sempre encontrar Loi. No dia a dia, quem está soltando os pratos da boqueta é o chef, também italiano, Angelo Tonti.

O espaço é enxuto, mas bem resolvido: logo na entrada há os vendedores de vinho da importadora e, em frente à cozinha, uma mesa coletiva dá o tom de informalidade ao local. Quem quer mais privacidade e conforto, sente-se bem no pequeno salão ao fundo, com sofás de couro e paredes recheadas de quadros e de prateleiras com vinhos.

O misto de aperitivos para compartilhar. O nhoquete de sêmola ao molho de tomate, linguiça e pecorino; a suculenta costela suína à milanesa com massa na manteiga e sálvia; e o tradicional mil-folhas com creme de baunilha e calda de morango

Como imaginávamos, o cardápio** é sucinto, de ingredientes simples, mas exprime a identidade de Loi, nascido na Sardenha. Há uma boa parte dedicada aos petiscos e às entradas (são 13 deles), como o misto de queijos com mostarda di Cremona (R$ 42) e a parmegiana de abobrinha, mussarela e salame fresco (R$ 32). Nossa escolha foi dividir o misto de aperitivos para degustação (R$ 47), que estavam corretos, mas sem emocionar: batatas bolinha assadas no sal com azeite e ervas, polvo empanado e frito servido com alcaparras e geleia de pimenta doce, e trouxinha de presunto de Parma recheado com queijo de cabra e purê de avelã.

Entre os principais, reinam as massas e risotos. Das sete sugestões, duas me deixaram bastante em dúvida: entre o cabelo-de-anjo fresco com creme de carbonara (R$ 46) e o nhoquete de sêmola ao molho de tomate, com linguiça, azeitona e pecorino (R$ 58), fiquei com o segundo. De massa bem mais firme que a do nhoque tradicional, o molho era saboroso (acidez na medida) e só pecou pela pouca quantidade de linguiça. Já Julieta apostou em uma das quatro opções de carnes e peixes: a costela suína à milanesa, acompanhada de cabelo-de-anjo na manteiga e sálvia (R$ 56). “A milanesa deveria estar um pouco mais sequinha e o ponto está bem rosado (em alguns pontos até mal passado). Mas a massa está perfeita e ficou ainda mais saborosa com esse demi-glace”, contou minha parceira.

Assim como A Esperança Vivo e Cucina, restaurante dentro de outra loja Grand Cru, no bairro do Itaim Bibi (confira a avaliação na edição 207 de Menu), é inevitável escolher um vinho no Tavola. E ficamos com uma das sugestões de meia garrafa, feita pelo sommelier da casa: o Leyda Pinot Noir Reserva 2014 (R$ 50, o mesmo preço na importadora), tinto leve ideal para acompanhar nossas pedidas.

“Eu esperava mais variedade nas sobremesas”, lamentou Julieta ao ver somente quatro opções no cardápio, de preço não tão amigável (a fruta do dia, por exemplo, custa R$ 20). Enquanto dividíamos o correto mil-folhas com creme de baunilha e calda de morango (R$ 29), discutimos se voltaríamos ao restaurante. “É uma boa alternativa para quem já está no shopping”, opinou minha companheira. Com alguns ajustes sendo feitos, minha próxima a ida ao shopping terminará mais agradável com uma refeição no Tavola.

Tavola Salvatore Loi

avenida Roque Petroni Júnior, 1.089, piso superior, loja 234A, MorumbiShopping — Vila Gertrudes (veja no mapa)

(11) 5181-0070 — São Paulo — SP

facebook.com/tavolasalvatoreloi

MENU 212 - ROMEU & JULIETA

* Romeu e Julieta é o casal de críticos anônimos da Menu. E a crítica foi publicada na edição 212.

** Os preços podem ter sofrido alterações.