Comidas

Químicos dão 5 dicas para preparar o ‘macarrão perfeito’

Uma das sugestões é escolher a farinha certa para a massa (foto: reprodução/ Shutterstock)

por ANSA 

Os membros da Sociedade Americana de Química divulgaram um vídeo com a receita para preparar o macarrão perfeito. Segundo eles, o ponto de partida são os ingredientes: ovos, farinha e água.

Quando misturados, esses elementos se transformam em uma massa rica em amido, carboidrato e proteína, além de um percentual de vitamina e água.

No entanto, muitas vezes não nos preocupamos em escolher a farinha certa, pois nem todas são iguais. Para o “macarrão perfeito”, é necessário utilizar a farinha italiana de grão duro, que contém partículas maiores e deixa a massa elástica, mas ao mesmo tempo não tão pegajosa.

A elasticidade é uma característica fundamental para o preparo – graças a ela, é possível obter uma massa fina para ser cortada.

Uma vez fatiado e descansado, é necessário cozinhar o macarrão. O cozimento é um passo crucial, porque o modo em que as proteínas e o amido interagem é a chave para se ter a perfeita consistência al dente. Enquanto o macarrão cozinha, a água é absorvida pelas partículas de amido, que, por sua vez, formam uma espécie de gel que deixa a massa macia.

Além disso, o cozimento também faz com que as proteínas formem uma rede em torno do amido, evitando que a massa fique pegajosa.

Eis as cinco dicas dos químicos para se obter o macarrão perfeito:

1. Mantenha a água de cozimento do macarrão sempre em ebulição. Para quem tem pouca familiaridade com espaguete e talharim, adicione sal a eles, pois exalta o sabor da massa.

2. Mexa sempre a massa para que ela não grude.

3. Adicione um pouco de água do cozimento ao molho, para que ele adira melhor ao macarrão.

4. Não adicione óleo ou azeite à água durante o cozimento do macarrão, pois esses componentes não se misturam.

5. Não lave o macarrão com água fria enquanto o escorre, porque isso elimina todo o amido da massa (ANSA)