Coluna

Confira algumas curiosidades sobre o cupcake

(fotos: reprodução/ iStock)

por Patricia Schmidt*

Parece que eles vieram mesmo para ficar. Os cupcakes conquistaram seu espaço em muitas mesas brasileiras de doces. Afinal, esse bolinho individual é fácil de produzir e permite decorações personalizadas, para atender a todos os gostos.

A origem do cupcake é incerta. Entre os poucos registros existentes, há uma receita de Amelia Simmons, publicada em 1796 no livro American Cookery, que fala de “bolinhos para serem assados em pequenas xícaras”, mas não emprega o termo cupcake, que só aparece em 1828 no livro Seventy-five receipts for pastry, cakes and sweetmeats (75 receitas para confeitaria, bolos e doces, em tradução livre), de Eliza Leslie. O nome, aliás, vem de xícara (cup, em inglês), usada tanto para medir os ingredientes do bolo (cake, em inglês), quanto para servi-lo.

MENU 212 - DOCE MUNDO

Mas possivelmente o doce só se popularizou depois da Primeira Guerra Mundial, com as indústrias de pão, que passaram a fabricá-lo em grande escala. Já as forminhas de papel surgiram com o fim da Segunda Guerra: a James River Corporation, fabricante de balas para armas, usou seu maquinário para fazer as forminhas onduladas, que são usadas até hoje para cupcakes e muffins.

Qual é a diferença?

MENU 212 - DOCE MUNDO

Saiba que muffin não é a mesma coisa que cupcake. O primeiro é um pão, de rápido preparo, onde não faz falta amassar, fermentar ou cortar (e leva mais manteiga e açúcar que os pães tradicionais). Ele pode ser salgado e muitas vezes contém frutas e nozes. No momento de preparar o cupcake, os ingredientes secos e úmidos são misturados separadamente, o que não acontece com os muffins.

Onde comer em NY

MENU 212 - DOCE MUNDO

Quando Alyssa Torey abriu a Magnolia Bakery em 1996, em Nova York, não imaginou que seria tão popular em todo o mundo. Quem deu uma forcinha foi o seriado de tevê Sex and the City, no qual as amigas protagonistas apareciam saboreando seus cupcakes e layer cakes. Os mais famosos são o red velvet, com cobertura de baunilha, e o de cenoura com creme de queijo (US$ 3,75 cada**). Hoje, possuem 16 lojas em nove países – em breve será aberta a primeira no Brasil, em São Paulo, nos Jardins.

MENU 212 - DOCE MUNDO

Outro endereço nova-iorquino imper­dível é o Baked by Melissa, focado nos minicupcakes. Impressiona a variedade de sabores e cores – de banana com pasta de amendoim a abóbora com especiarias. E seu tamanho pequeno permite fazer mosaicos divertidos.

Baked by Melissa

bakedbymelissa.com

Magnolia Bakery

magnoliabakery.com

 

* Texto publicado na coluna Doce Mundo, da edição 212

** Os preços podem ter sofrido alterações