Acontece

Projeto quer que cardápios tragam as calorias dos pratos

O projeto do vereador Rinaldi Digilio (PRB) quer obrigar bares, restaurantes e outros estabelecimentos paulistanos a inserir informações calóricas sobre os pratos de seus cardápios (foto: reprodução/ Shutterstock)

por Pedro Marques 

A obesidade é um problema que já atinge cerca de 20% da população brasileira. Para combater isso, o vereador Rinaldi Digilio (PRB) apresentou um projeto de lei que obriga bares, restaurantes, padarias e outros estabelecimentos da cidade de São Paulo a inserir nos seus cardápios as informações calóricas dos pratos vendidos.

A prática já foi adotada, por exemplo, em Nova York, onde clientes têm a opção de pensar nas suas escolhas à mesa. Outra boa notícia para quem se preocupa com a alimentação é que a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias, Pães & Bolos Industrializados (Abimpai) e a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia) assinaram um acordo junto ao Ministério da Saúde para a redução de sódio nas massas alimentícias e pães industrializados. Hoje, há cerca de 450 mg em cada 100 g de pão de forma. A ideia é que, em 2020, sejam usados 400 mg a cada 100 g do mesmo alimento.