Bebida

Discos de vinil combinam com vinho?

A cantora Ana Tréa é uma das atrações do Festival Vinílico (foto: divulgação)

por Suzana Barelli

Se a pergunta do título for feita ao produtor musical Maurício Tagliari a resposta será positiva. Tagliari é o organizador do festival Vinílico, que reúne pocket shows, de cantoras como Lulina, Laya e Anna Tréa, discos de vinil e, claro, vinhos, e acontece nesse sábado (21), em São Paulo. “A palavra vinílico surgiu na minha cabeça quando pensava em como poderia ser um evento de vinhos”, conta o produtor. Na verdade, ele foi desafiado pelos sócios do Unibes Cultural, espaço onde acontecerá o festival, a criar “alguma coisa” com vinho, depois de ter feito a curadoria de um show no local no ano passado.

Com o nome na cabeça, Tagliari, que é co-autor do Dicionário do Vinho (Companhia Editora Nacional) procurou alguns amigos que trabalham com discos de vinil e lançou a ideia. Aceita a proposta, ele foi conversar com vinícolas e importadoras. O resultado é um festival com cinco pockets shows, no qual o público pagante pode ouvir músicas, provar vinhos e queijos e, se gostar, comprar, tanto a bebida como os discos. “É um show com muito vinho”, resume ele.

Pelo vinil, participam do evento a Zatti Records, a Goma Gringa, a Animal Discos, o Vinil no Quadro e o Vinil Review. Nos vinhos, estão confirmados os estandes das vinícolas Aurora, Miolo e Quinta da Companhia, e as importadoras La Pastina, Mistral, Vinci. Os queijos artesanais são da Serra das Antas e da Três Ovelhas. Além de Lulina, Laya e Anna Tréa, também farão seus pequenos shows o cantor Marco Matolli (integrante do Clube do Balanço) e o coletivo MBeji.

 

Vinílico 2017

data 21 de outubro (sábado)

horário 13h às 19h

ingressos R$ 60 (à venda pelo Foodpass)

Unibes Cultural

rua Oscar Freire, 2500 – Pinheiros (veja no mapa)

São Paulo – SP

facebook.com/vinilicosp