Cultura

Malvino Salvador é sócio de restaurante e ‘foodie’

“Sempre que viajo, uma das primeiras coisas que faço é pesquisar os melhores restaurantes”, conta Malvino Salvador (foto: Beatriz Marques)

por Beatriz Marques* 

Muitos conhecem o trabalho do ator Malvino Salvador. Afinal, o manauara de 41 anos é um dos principais rostos das novelas da Rede Globo. Mas poucos sabem do seu lado foodie e empresário. Salvador é sócio do Barê, na capital paulista, e apesar de a cozinha estar a cargo de Rodrigo Einsfeld (que participou da primeira temporada do Masterchef Profissionais), o ator não deixa de dar seus pitacos. “Frequento muitos restaurantes quando viajo, então trago muitas ideias”, diz. O ator compartilhou suas preferências gastronômicas com a Menu, durante evento de lançamento da novas máquinas e cápsulas de café da Nespresso.

Como decidiu virar dono de restaurante?

O Barê foi uma brincadeira que começou entre amigos. Quando vim morar em São Paulo, em 2001, trabalhando como modelo, dividi o apartamento com outros modelos. Um deles, o Rodrigo Einsfeld, ficava inventando comida em casa, era criativo mesmo. Sempre o incentivamos a fazer gastronomia. Então ele fez faculdade, trabalhou em grandes restaurantes e, quando ganhou experiência, decidimos abrir o nosso. O Barê já tem 3 anos, é um mix de bar e restaurante que virou um sucesso. Em breve, vamos mudar o cardápio, para fortalecer o lado gastronômico da casa, com foco em orgânicos e produtos sazonais. Agora, Rodrigo esteve no Atelier Crenn (em São Francisco) fazendo uma imersão e voltou cheio de ideias.

E qual é sua ligação com gastronomia?

Eu adoro. Sempre que viajo, uma das primeiras coisas que faço é pesquisar os melhores restaurantes. Já passei longas temporadas em Nova York e todos os dias provava um restaurante novo.

Qual é o seu restaurante inesquecível?

O Chef’s Table, no Brooklyn (NY), é maravilhoso. São pouquíssimas pessoas atendidas por jantar. Gosto não só pela comida, mas também pela experiência. Outro lugar maravilhoso é o Derrière, em Paris, com ambientes diferentes – um deles é um quarto e você come na cama. Lá eu provei um ensopado de carne e legumes maravilhoso, que foi indicação do garçom. Só depois que descobri que era amígdala de boi! Supermacia!

E sobra tempo para cozinhar?

Eu gosto de experimentar, não de fazer! (risos)

 

*Entrevista publicada na seção Eu Gosto, da edição 222 (outubro/2017)