Acontece

Nova lei permite circulação de produtos artesanais pelo País

Com a nova lei, produtos como queijos e embutidos artesanais poderão circular livremente pelo País (foto: reprodução/ iStock)

da Redação da Menu 

A partir de agora, produtos como queijos e embutidos artesanais poderão circular livremente pelo País. Na última quinta (14), o presidente Michel Temer sancionou a lei que transfere a fiscalização de produtos artesanais para os Estados (saiba mais sobre a nova lei na edição deste mês da Menu). Com isso, em vez de obter o Selo de Inspeção Federal (SIF), o pequeno produtor deverá ter o selo Arte, que valerá para todo o território nacional.

Uma das líderes do movimento em prol da livre circulação do produto artesanal é a chef Roberta Sudbrack. Ela, que teve produtos apreendidos durante o Rock in Rio, em setembro do ano passado, comemorou a decisão. “Orgulhem-se desse Brasil de mãos cheias de terra que a partir de agora tem voz”, escreveu a chef, em suas redes sociais.

Outros chefs também comemoraram a decisão pelas redes sociais. “Um grande avanço! Uma ponta de esperança. Seguimos juntos na mesma estrada”, escreveu Jefferson Rueda, d’A Casa do Porco, de São Paulo.  Já Flavia Quaresma, do Rio de Janeiro, comemorou o fato dos cozinheiros não precisarem mais “traficar” produtos “clandestinos” pelo País. “Uma glória para aqueles que produzem, comercializam, cozinham, e todos que amam produtos de qualidade, respeitando e preservando a cultura gastronômica brasileira”, disse ela.

Já Fernando de Oliveira, proprietário d’A Queijaria, de São Paulo, lembrou que a lei é só o começo. “Por hora, ainda virão regulamentações, complicações e, sem dúvida, novas formas de repressão contra o alimento vivo artesanal, mas o avanço é o mais decisivo e menos paliativo do que tudo que se construiu nesse século com relação a legislação do queijo artesanal brasileiro”, afirmou ele.