Comidas

Queijo brasileiro marca presença em premiação mundial na Noruega

Responsável pelo queijo vencedor é um produtor rural (Foto: Reprodução/Facebook)

Da redação da Menu

O queijo brasileiro Azul de Minas participou da edição 2018 do World Cheese Awards, considerado o Oscar da iguaria, realizado em Bergen, na Noruega.Variedade de mofo azul fabricado em Minas Gerais, próximo à Serra da Mantiqueira, é premiado nacionalmente. A variedade brasileira entrou na lista final de 3.472 queijos de 41 países participantes.

“Jogando em casa”, o queijo gouda Fanaost Aged sagrou-se campeão. Produzido numa pequena fazenda na cidade de Ostegarden, vai substituir o Cornish Kern, queijo alpino da Cornualha que levou o prêmio de melhor queijo do mundo ano passado.

O vencedor recebeu pontuação 71 na rodada final de pontuação, que vai até 80. Os 3.472 queijos de 41 países participantes foram avaliados por 235 juízes de 29 países entre técnicos, gastrônomos, jornalistas e provadores especialistas. “Eu tenho 12 vacas que pastam nas montanhas e bebem fiorde no verão”, disse o produtor Jørn Hafslund.

Entre os 16 melhores queijos do mundo há produtos da Itália, França, Dinamarca e África do Sul. Em 2019, a premiação acontecerá em Bergamo, na Itália.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana