Bebida

Prepare-se para o vinho chinês!

A China se tornará  um dos principais consumidores mundiais de vinho tinto (Foto: Reprodução/iStock)

Da redação da Menu

A China quer chegar ao topo da lista mundial dos produtores de vinho de qualidade. Para isso, conta com o trabalho da Moët Hennessy, empresa francesa especializada em artigos de luxo.

A empresa lançou recentemente a safra 2014 do vinho de luxo Ao Yun. Para Maxence Dulou, gerente da propriedade na China, a produção local alçará voos cada vez maiores no mercado. O vinho tinto se tornou uma febre entre os chineses, e até 2020, o país deve se tornar um dos principais consumidores mundiais do produto.

Instalada em Shangri-la, próximo ao Himalaia, em altitudes mais elevadas que outras vinícolas do mundo, o vinho é todo produzido manualmente. Processos foram desenvolvidos para compensar a falta de oxigênio e umidade na altitude para garantir as diferentes expressões da uva.

A garrafa do Ao Yun, que significa “voar acima das nuvens” é vendida por cerca de US$ 300 e provavelmente marcará o início do mercado de vinho de luxo oriundo da China. A qualidade do produto deve aumentar, já que jovens produtores chineses têm viajado o mundo para aprender sobre os processos de produção antes de se instalarem no país.