Comidas

Capital americana quer barrar venda de doces de maconha alusivos para crianças

Doces de maconha são alvo de polêmica em Washington (Foto: Reprodução/iStock)

da redação da Menu

Produtores de produtos comestíveis de maconha vendidos no estado de Washington nos Estados Unidos foram surpreendidos com a decisão de um conselho local que visa reverter aprovações anteriores de balas e outras guloseimas com infusão de maconha.

O motivo é que tais produtos são atraentes para crianças. A medida proibiria efetivamente a venda da maioria das balas de maconha no Estado. Os produtos comestíveis de maconha compõem cerca de 9% do mercado de cannabis em Washington, de acordo com a Junta de Licor e Cannabis local.

De acordo com o editor sênior da National Restaurant News Bret Thorn, uma pesquisa de mercado da Grand View Research classificou o valor atual do comércio mundial de maconha em US$ 9,3 bilhões e projeta que ele passará de US$ 146 bilhões até 2025. E isso foi antes de o consumo recreativo de maconha ser aprovado no Canadá.

Segundo ele, o interesse pela maconha no que se refere à comida é tão difundido que até houve uma apresentação na conferência anual da Federação Americana de Culinária.