Comidas

Ostras do Golfo do México estão em risco devido a desastres naturais

Devido a furacões, desmatamentos e derramamentos de óleo, ostras do Golfo do México foram dizimadas (Foto: Reprodução/iStock)

da Redação da Menu

Uma sucessão de eventos ruins no Golfo do México fez com que a população de ostras da região atingisse níveis historicamente baixos em 2018. Foram diversos problemas, desde desastres naturais, como furacões intensos, até a ação humana desenfreada, com o desmatamento excessivo e também o vazamento de petróleo do poço da BP, que aconteceu em 2010.

De acordo com relatório da ONG The Nature Conservancy, a queda está acelerando drasticamente, apesar de todas os paliativos, que incluíram a restrição da coleta na região. “As populações de ostras foram perdidas em cerca de 85% em relação aos números mundiais”, consta no relatório.

Por conta disso, a temporada de ostras no Alabama, Estados Unidos, foi cancelada por oficiais de conservação, alegando que não havia moluscos suficientes para manter o calendário. Isso significa que a próxima temporada só deve acontecer no outono de 2019, no mínimo.

Apesar disso, os oficiais não estão desencorajando o consumo de ostras. Segundo eles, estados como a Louisiana continuam produzindo mais dos moluscos do que em outros anos e ainda podem abastecer as regiões afetadas.