Comidas

Rede de fast-food se compromete a reduzir níveis de antibióticos da carne

McDonald's se compromete a reduzir o uso de antibióticos nas carnes da rede (Foto: Reprodução/iStock)

da Redação da Menu

A rede de fast-food McDonald’s anunciou seus planos para os próximos anos, que incluem a redução do uso de antibióticos na sua cadeia de abastecimento de carne a nível mundial.

Segundo a empresa, a decisão foi tomada por conta da preocupação de que o excesso de uso de antibióticos em animais, como o gado, pode interferir na capacidade humana vital de combater infecções e diminuir a efetividade das medicações em pessoas.

Por ser a primeira grande rede compradora de carne a se pronunciar sobre o assunto, a expectativa é de que o mercado siga os novos padrões que serão estabelecidos daqui para frente.

O objetivo é medir o uso de antibióticos nos 10 maiores mercados do mundo, incluindo os Estados Unidos, que cobre quase 85% do fornecimento de carne do McDonald’s. Com isso, a empresa pretende reduzir essa quantidade até o fim de 2020.

Apesar da mudança radical, a rede não acredita que haverá um aumento no preço dos hambúrgueres.