Bebida

Espumantes brasileiros em 5 taças

Guia de espumantes 2019: dicas para escolher os melhores rótulos para a virada (Foto: Reprodução/iStock)

por Suzana Barelli

1. Até R$ 50
Casa Perini Moscatel | Farroupilha/RS
O espumante moscatel da Casa Perini é referência nesse estilo de vinho no Brasil. Com uva moscatel da indicação de Origem Farroupilha, é bem frutado, lembrando a própria moscatel, com nota floral. É mais doce, com acidez. R$ 43,50, na Casa Perini.

2. De R$ 51 a R$ 100
Aracuri Brut Rosé | Vacaria/RS
O Aracuri é um corte de pinot noir e chardonnay em porcentagens iguais, que traz aromas de frutas, como pêssego e damasco, com corpo leve, boa acidez e refrescância. Mas é difícil eleger um só espumante brasileiro nesta faixa de preço. O Doménico Giornatta, da Salton (R$ 75, na wine.com), o PontoNero Brut (R$ 60, na Casa Valduga) são, entre outros, boas dicas. R$ 86, na Aracuri.

3. De R$ 1o1 a R$ 150
Luiz Argenta Brut 48 meses e 130 Brut Blanc de Blanc | Serra Gaúcha/RS
Dois espumantes merecem destaque nesta faixa de preço. No Luiz Argenta, apenas a chardonnay dá origem a esse espumante que fica 48 meses em contato com as leveduras, ganhando complexidade. É muito jovem, com notas cítricas e de panificação, mas com corpo mais cremoso e persistente. A interessante linha 130 Brut, da Valduga, cresceu e o destaque é este também 100% chardonnay, com 36 meses de contato com as leveduras, e boas notas de brioche frutas secas. R$ 126, na Luiz Argenta, e R$ 149,59, na Casa Valduga.

4. De R$ 151 a R$ 350
Pizzato Vertigo Nature | Vale dos Vinhedos/RS
O Vertigo é uma ousadia da Pizzato, que lança o espumante sem o dégorgement (processo que tira o resto de leveduras da garrafa). Assim, cabe ao consumidor decidir até quando as borras vão ficar em contato como vinho. Traz aromas frutados, comum inconfundível caju, boa estrutura, persistência e frescor. R$ 162, na Vinhos e Sabores.

5. Acima de R$ 350
Cave Geisse Brut | Pinto Bandeira/RS
O chileno Mario Geisse representa a arte de fazer espumantes no Brasil. Um exemplo é a sua linha de espumantes com 36 meses de autólise, como o Extra Brut, um blend de pinot noir e chardonnay, com notas elegantes de frutas cítricas, flores e torrefação, e preço de R$ 125. O brut 2002 é o seu topo de linha, já que a bebida, também uma mescla de chardonnay com pinot noir, fica mais de 180 meses em contato com as borras, ganhando muita complexidade. R$ 800, na Cave Geisse.

Quer saber mais sobre espumantes? Confira a edição da Revista Menu que está nas bancas!