Comidas

Veja como preparar um churrasco sem erros

A picanha é um clássico do churrasco brasileiro. (Foto: Reprodução/iStock)

Por Rogério Santos

Reunir amigos e familiares para um churrasco no fim de semana é uma das paixões do brasileiro. Com as altas temperaturas do verão, a carne assada na brasa fica ainda melhor acompanhada por uma bebida bem gelada.

Preparar um bom churrasco demanda alguns cuidados, que vão desde a escolha da carne até os acompanhamentos que serão servidos. A Menu ouviu especialistas do setor que apresentam dicas essenciais para o seu churrasco ser um sucesso.

O primeiro passo é checar com antecedência se a churrasqueira e todos os acessórios e utensílios estão em ordem, como pegador, pano de prato, garfos, facas, tábuas e pratos. Depois é a vez da lista de compras, que deve incluir itens como o álcool em gel, carvão, sal grosso, carne e acompanhamentos.

“Podemos pensar que o churrasco começa com papel e caneta, pois o ciclo se inicia pelo planejamento, organização, escolha da carne, e só depois parte para a compra dos ingredientes, o acendimento da churrasqueira, preparo e cocção”, avalia Jeferson Finger, chef churrasqueiro do restaurante Barbacoa.

Carnes

Escolher um bom corte é o primeiro passo para um bom churrasco (Foto: Reprodução/iStock)

Já a escolha da carne que será servida depende do tipo de churrasco que será preparado, como explica o especialista em parrilla e sócio do restaurante Pobre Juan Luiz Marsaioli. “Se for preparar na parrilla cortes mais altos do lombo do animal, como bife ancho e tomahawk (bife ancho com osso) são os mais indicados. No espeto a fraldinha e picanha são ótimas. Já para peças inteiras como costelão e cordeiro o indicado é o fogo de chão.”

Jeferson avalia que os cortes com osso estão em alta, como prime rib, t-bone, costeleta de cordeiro, mas ressalta que a picanha ainda é a preferência nacional. “O brasileiro aprecia muito os clássicos”, afirma. Segundo ele, na hora da compra, é importante observar a cor e espessura da capa de gordura das carnes e avaliar quantas pessoas vão participar do churrasco. “Uma peça de picanha não deve ultrapassar 1,2 kg”.

Outras variedades de carne também podem ser incluídas, como linguiça de frango, salmão tilápia, avalia Márcio Valenti, diretor-executivo do açougue Botique Feed.

Márcio ressalta que após a compra da carne é essencial o cuidado com a higiene e no manuseio dos cortes antes do preparo. Segundo ele, o ideal é a carne ser comprada fresca. Se a opção for por um produto congelado, o desgelo deve ser descongelada em geladeira, ou em água, se for embalada a vácuo. “A carne descongelada em microondas ou mesmo ao sol as fibras se rompem e isso impacta na textura da carne”.

Para temperar, os especialistas afirmam que para o preparo rápido, sal grosso basta, mas que preparações mais lentas podem ser complementadas com uma salmoura para hidratar a carne ou uma marinada para o tempero pegar bem.

Churrasqueira

Fique atento ao posicionamento da churrasqueira (Foto: Reprodução/iStock)

Na hora de colocar a carne na churrasqueira, a localização e altura são pontos de alerta para posicionar os espetos. O tempo de cozimento e intensidade do calor são responsáveis pela suculência da carne assada.

Carvão

Opte sempre por um carvão de boa qualidade (Foto: Reprodução/iStock)

O carvão é um componente imprescindível. Os melhores carvões possuem pedaços grandes que facilitam a circulação de ar e devem estar sempre bem secos. Já a quantidade a ser utilizada varia de acordo com o tamanho e profundidade da churrasqueira.

Segurança

O carvão nunca deve ser aceso com gasolina ou querosene(Foto: Reprodução/iStock)

Outro aspecto importante é o cuidado com a segurança. Segundo Jeferson, o carvão nunca deve ser aceso com gasolina ou querosene, pois interferem no sabor da carne e podem provocar acidentes graves. “O mais indicado é o álcool gel próprio para churrasqueira, por ser mais seguro e eficaz e encontrado em qualquer supermercado”.

Acompanhamentos

Use a criatividade para elaborar os acompanhamentos das carnes (Foto: Reprodução/iStock)

Embora as carnes sejam as estrelas de qualquer churrasco, os acompanhamentos são fundamentais. As opções vão de acordo com o gosto de cada um, mas podem incluir receitas básicas como farofa, vinagrete, pão de alho, saladas de folhas e itens mais sofisticadas como provolone assado, farofa de ovos ou cebola caramelizada.

Bebidas

Caipirinhas são boa opção para harmonizar com o clima festivo do churrasco (Foto: Reprodução/iStock)

Para beber, os especialistas ressaltam que não há uma regra especifica, mas que a cerveja, caipirinha, sucos de frutas e até vinho podem ser usados, vai de acordo com as preferências de cada um. O ideal é ficar atento à hidratação dos convidados.

Sobras

Aproveite a carne que não foi consumida em outras receitas (Foto: Reprodução/iStock)

Para evitar desperdícios, o planejamento é fundamental na oferta de carnes e a compra, calculando o consumo por pessoa não só do churrasco, mas também dos acompanhamentos. Se ainda assim sobrar carnes assadas, uma dica boa é investir na receita de arroz de carreteiro para o dia seguinte. “É importante fazer tudo com calma, uma peça de cada vez. Churrasco é uma festa de amigos, tem que ser curtido e apreciado”, diz Luiz.

Botique Feed
R. Dr. Mário Ferraz, 547, Itaim – São Paulo/SP
De segunda a sexta, das 9h às 20h
Sábado, das 9h às 19h. Domingos e feriados, das 9h às 15h
(11) 5627-4700
feed.com.br

Pobre Juan
Alphaville – Shopping Iguatemi – Piso Rio Negro. (11)2397-0097
Higienópolis – R. Tupi, 979. (11) 3825-0917
Vila Olimpia – R. Comendador Miguel Calfat, 525. (11) 2397-0099
Cidade Jardim – Shopping Cidade Jardim – 3 piso. (11) 3552-3150
pobrejuan.com.br

Barbacoa
R. Dr. Renato Paes de Barros, 65, Itaim Bibi – São Paulo/SP. (11) 3168-5522
D&D Shopping – Av. das Nações Unidas, 12555 – São Paulo/SP. (11) 3043-9244
Morumbi Shopping – Av. Roque Petroni Júnior, 1089 – São Paulo/SP. (11) 5181-6898
barbacoa.com.br