Coluna

Carnívoros por tradição

Don Julio é um dos restaurantes tradicionais de Buenos Aires

Buenos aires

Sempre me perguntam: onde se come a melhor carne de Buenos Aires? Há centenas de lugares, desde as tradicionais parillas até as casas mais sofisticadas. O custo já não é mais o mesmo, antes muito barato para brasileiros, mas o fato é: come-se muito bem na capital portenha (e ainda é mais em conta que São Paulo).

Se quiser começar com os clássicos, o La Brigada (parrillalabrigada.com.ar), em San Telmo, merece sua fama. O ambiente, cheio de objetos e camisas de futebol, é divertido, mas a estrela mesmo é a carne: a casa ficou famosa por sua carne ser cortada com a colher, tamanha a maciez. Não deixe de pedir o exclusivo tapa de ojo ($ 420) e, de entrada, a suculenta empanada de carne ($ 45). Já o Don Julio (parrilladonjulio.com.ar), em Palermo, tem para muitos a melhor carne da cidade – leia-se ótimos cortes a um bom custo-benefício. O simpático lugar tem diversas garrafas de vinhos assinadas por clientes satisfeitos com as suas refeições. Suas carnes maturadas são obrigatórias: peça o bife de chorizo mariposa ($ 165) com uma boa taça de vinho e seja feliz.

Modernos, mas sem perder a ternura

O La Cabrera (lacabrera.com.ar), em Palermo, era conhecido apenas por locais, mas a movimentação na porta indica que a fama de sua carne se espalhou. No almoço, o menu com entrada, carne, sobremesa e uma taça de vinho custa apenas $ 390.
No pequeno La Carniceria (facebook.com/xlacarniceriax) há apenas quatro tipos de carne (e não precisa de mais).

Moderninho, com serviço jovem e simpático, inova com seu toque defumado – não perca a costela ($ 360), comece com o chorizo feito na casa, servido em frigideira com dois ovos estalados ($ 145), e termine com a leche asada, pudim com doce de leite, claro ($ 80).

Até o churrasco uruguaio caiu no gosto dos argentinos, preparado no El Pobre Luis (tel. +54 9 11 4780-5847), em Belgrano. Além da parrilla, tem pratos como o pamplona de lomo ($ 90), carne rechada de queijo, com bacon em volta.

Sem parrillas

O Sucre (sucrerestaurant.com.ar) está entre os melhores restaurantes de Buenos Aires. Há releituras de pratos tradicionais portenhos, como o ossobuco argentino ($ 390) e muitas opções criativas, para fugir do óbvio das parillas. Carta de vinhos e adega gigante de dar inveja, ambiente moderno e super charmoso completam a imperdível experiência.