Destaques-da-edicao

Curso superior para garçons, inclusão social e feijoada perfeita são destaques da Menu

Capa da edição 233 da revista Menu, de fevereiro e março de 2019 (Foto: Rogério Voltan)

da Redação da Menu

Confira os destaques da Menu de fevereiro/março de 2019 (edição 233):

* Capa

Você sabia que agora tem ensino superior para garçons? Na matéria de capa da revista Menu, contamos um pouco sobre a arte de servir os clientes na mesa, que conta com pratos finalizados e até preparados completamente na mesa. 

* Aperitivos

São Paulo promete equiparar Rio de Janeiro e Belo Horizonte e se tornar mais uma cidade “botequeira”. Confira as inaugurações que já aconteceram neste início de ano e aproveite.

* Hot Spot

As dicas de Daniela Filomeno são sobre a romântica Veneza. Tem opções de brunchs, pratos com a cara da cidade e até restaurantes estrelados.

* Terra Estrangeira

Paulo Machado elege seu cardápio preferido para o Carnaval, uma empadinha de carne-seca com pimenta biquinho, que você aprende a fazer no caderno de receitas da edição.

* Papo de Comida

A jornalista e cozinheira Larissa Januário conta os segredos que todo mundo precisa saber para não errar na hora de fazer uma feijoada.

* Sacola Brasileira

Hoje, as saladas já são comuns no prato do brasileiro, apesar de serem consideradas “novatas” no cardápio. Rachel Bonino mostra um pouco das raízes da salada e, a partir de registros históricos, remonta a forma como se saboreava hortaliças e verduras antigamente.

* Pauliceia

O Observatório da Gastronomia foi lançado no fim do ano passado pela prefeitura de São Paulo com o objetivo de aprimorar o segmento gastronômico em várias áreas como a cultura, a economia, a segurança alimentar e a sustentabilidade. Saiba mais como será a atuação e conheça os números da cidade que nunca dorme.

* Inclusão

A gastronomia pode ser uma ótima aliada no acompanhamento e no tratamento de pessoas com síndrome de Down. Em São Paulo, o Instituto Chefs Especiais faz um trabalho de capacitação, visando não só o mercado de trabalho, mas principalmente a autonomia.

* Menu Brasil

Carente de mão de obra qualificada, Serra Grande, no sul da Bahia, conta com o empenho de Cris Rosa, da Oficina de Gastronomia, para colocar a formação de cozinheiros em destaque na região.

* Serra Gaúcha

Quem pensa que na Serra Gaúcha só tem fondue, galeto, café colonial ou espeto corrido precisa conhecer o lado slow food da região, que respeita a sazonalidade e valoriza o pequeno produtor.

* Por aí

Chicago virou um pólo da gastronomia mexicana. No Maxwell Street Market é possível encontrar aromas e sabores picantes vindos diretamente do país latino, além de um ponto de resistência dos imigrantes na era Trump.

* Romeu & Julieta

O restaurante da vez é o Neto, do chef italiano Paolo Lavezzini, localizado no hotel Four Seasons, em São Paulo. O que será que o casal anônimo da revista Menu achou da

* Café com Letras

Na xícara, o Geisha (variação arábica, natural da Etiópia), que vem ganhando destaque em premiações internacionais. E na estante, o lançamento Claude Troisgros – Histórias, dicas e receitas, escrito pelo chef francês radicado no Brasil.

* Mundo Vinho

Suzana Barelli faz uma avaliação do ano de 2018 no mercado de vinhos e ainda nos leva para São Bento do Sapucaí, no interior de São Paulo, para conhecer o projeto Villa Santa Maria, que trabalha com a técnica de poda invertida.

* Sala de Aula

A moda entre os vinhos é os rosados! Esse tipo de vinho seco, leve, com poucos taninos e fresco é uma ótima opção para combinar com receitas de frutos do mar.

* Entrevista

O vinho Don Melchor completou 30 anos e a Menu conversou com Enrique Tirado, principal enólogo da marca, para saber um pouco mais sobre a safra de 2017, recém-lançada.

* Colarinho

O boom das cervejas artesanais no Brasil expandiu o mercado e aumentou a oferta de estilos produzidos no país. Porém, Roberto Fonseca destaca algumas opções que ainda não foram exploradas por marcas brasileiras e que podem trazer novas ideias para o mundo cervejeiro.

* Com Estilo

O roteiro de estilos da edição mostra que nem sempre as cervejas castanhas e amarronzadas são mais potentes ou mais alcoólicas. Um convite para deixar o lúpulo em segundo plano e aproveitar a complexidade dos maltes.

* Eu Gosto

Rubens Barrichello é o entrevistado da vez, falando sobre seu novo empreendimento, o Cutello Fire & Drink, inaugurado em dezembro na capital paulista.