Comidas

Bottura mais informal

O chef italiano Massimo Bottura, que acaba de ter sua Osteria Francescana eleita como o melhor restaurante do mundo, acaba de abrir seu restaurante mais casual em Florença, o Osteria Gucci (gucci.com/us/en/store/osteria-bottura), que faz parte do Jardim Gucci. Com somente 50 lugares, a casa tem cardápio bem acessível, executado por Ana Karime Lopez Kondo, com pratos clássicos italianos e especialidades de Bottura, como o tortellini de parmigiano reggiano (€ 10). Dentro do Palazzo della Mercanzi, o lugar também abriga um museu da grife italiana e uma loja com produtos exclusivos, que levam a assinatura Gucci Garden.

Pasta e basta!

Para comer uma boa massa na cidade, o centenário Buca Mario (bucamario.com) é uma unanimidade entre os locais. Desde 1886, ocupa o andar inferior do Palazzo Niccolini. Com pastas feitas em casa, como o bem servido fettuccine com trufas (€ 30), também serve clássicos toscanos, como a bistecca alla fiorentina (€ 78 para duas pessoas) – não deixe de notar o vai e vem da peça de carne, que fica guardada em uma vitrine em pleno salão.

Para bebericar e beliscar

Mesinhas de bistrô, seleção ótima de vinhos e minissanduíches para acompanhar: o centenário Procacci (procacci1885.it) serve um delicioso aperitivo na via Tornabuoni, rua das grifes em Florença. É uma parada imperdível, desde 1885. O preço da taça de vinho (a partir de €13) é convidativo, com a qual vale acompanhar o passeio por vários sabores de panini: o de aliche com manteiga (€ 2) é de enlouquecer e o de pasta de trufas (€ 2,20) é a mordida tradicional que não pode faltar. 

Trattoria para chamar de sua

Com paredes de azulejos e poucas mesas compartilhadas, a Trattoria Sostanza (+39 055 212691) é daqueles lugares que a luta para conseguir um lugar se justifica pela comida. A torta de alcachofra (€ 7), com uma inexplicável omelete trançada, e o peito de frango mergulhado na manteiga (€ 20), de maciez e sabor impecáveis, são dois pratos que vão definitivamente ficar na memória e deixar saudades.