Coluna

Nova Zelândia: destino gastronômico para desbravar

Nova Zelândia é destino gastronômico (Foto: Reprodução/iStock)

por Daniela Filomeno

Conhecida por ser a capital mundial dos esportes radicais e locação de muitos filmes, a região de Queenstown, na ilha sul da Nova Zelândia, esconde mais uma vocação: a gastronômica. É de deixar qualquer comensal apaixonado pelos peixes e frutos do mar das águas geladas da Fiordland, pelas carnes de caça de suas montanhas e pelos bons vinhos produzidos por ali (os pinot noir são imperdíveis). Comece a viagem pela Amsfield Bistro & Winery, onde o chef Vaughan Mabee (com passagem pelo premiadíssimo Noma) importou inovação à ilha sul com a cozinha fusion e ingredientes locais. Peça o menu degustação “trust the chef” (a partir de NZ$ 74 no almoço, com três pratos), em que poderá encontrar delícias como os “macarons” de beterraba desidratada, creme de vinagre branco e manjericão. E para aproveitar o potencial vinícola da região, a opção de menu harmonizado com vinhos custa NZ$ 45 (com quatro rótulos).

Achados de ouro
Colada a Queenstown, a cidade de Arrowtown parece que ainda está vivendo a época de extração de ouro. Seu centro com casas antigas de madeira, inclusive com o Museu do Ouro, relembra a época dourada. São vários lugares descontraídos para comer, como a casa de tapas La Rumbla, deliciosa para uns bons bocados acompanhados de cerveja ou, claro, vinho local. O polvo da Fiordland grelhado com chorizo (NZ$ 24) ou as lulas neozelandesas com aïoli (NZ$ 17) são pedidas certeiras. Ainda na charmosa Main Street, o Fan-Tan é um achado na rua, que parece ter sido invadida por restaurantes orientais (ainda tem um indiano Mantra e mais dois asiáticos). Com porções boas para dividir, prove os buns, sanduíches no pão chinês cozido no vapor, recheados de cordeiro e maionese de missô (NZ$ 16), ou o saboroso ramen de barriga de porco e couve (NZ$ 19). Aproveite para se sentar nas mesinhas externas, ideais para um agradável almoço.

O mais famoso hambúrguer de Queenstown, Fergburger (Foto: Divulgação/Fergburger)

Fast-food day
O mais famoso hambúrguer de Queenstown, o Fergburger também é conhecido pela enorme fila. Vale à pena? É um programa que faz parte da cidade, então, entre no clima. É quase uma tradição saborear um The Fergburger (NZ$ 11,90) após um dia de esportes radicais, sentado nas escadas. De sobremesa, passe na Patagônia Chocolates no centrinho de Queenstown. Você escolhe o sorvete, entre massa ou palito (NZ$ 8 cada), e as coberturas quente (jorrando de uma torneira) e seca (Oreo, M&Ms, entre outras).

*Originalmente Desbrave os sabores neozelandeses