Bebida

Pesquisa mostra o que a escolha do vinho diz sobre a personalidade dos americanos

Estudo apontou diferenças na personalidade dos apreciadores de vinho tinto e branco (Foto: Reprodução/iStock)

da redação da Menu

Pesquisa realizada nos Estados Unidos a pedido de uma empresa que atua no mercado de vinhos nos Estados Unidos analisou diferenças nos traços de personalidade entre os que bebem vinho tinto daqueles que preferem vinho branco.

Divulgado pelo jornal New York Post, o estudo ouviu 2 mil americanos e revelou que apreciadores do branco têm tendência a hábitos noturnos e a serem mais extrovertidos, curiosos, sarcásticos e perfeccionistas. Já quem prefere o tinto é mais propenso a ser aventureiros, humilde e organizado e tendem a acordar mais cedo, ouvir jazz e se considerarem aficionados por vinho.

O levantamento também pontuou o conhecimento de cada grupo quando se tratava de apreciar a bebida. OS bebedores de tinto tiveram conhecimento necessário para sustentar sua condição de apaixonados por vinho. Entre os integrantes deste grupo, 73% sabem segurar corretamente um copo com o líquido, contra 65% dos apreciadores de vinho branco. Os amantes do vinho tinto também se mostraram mais dispostos a gastar mais, com um gasto médio de US $ 40 por garrafa.

Na média, o americano bebe quatro copos de vinho por semana, e o local preferido para isso é a própria casa, segundo 72% das pessoas ouvidas. A pesquisa constatou também que 49% dos entrevistados gostam de beber vinho em eventos ou encontros.

No país, os amantes de vinho tentam combater o desperdício, mas entre os entrevistados, a média termina três garrafas de por mês para impedi-las de serem desperdiçados, porém, descarta duas garrafas parcialmente cheias que ficaram ruins.