Acontece

Operação em SP desarticula esquema fraudulento de importador de vinhos

Esquema era feito para sonegar impostos em simulação de importação de vinhos no Brasil (Foto: Reprodução/iStock)

da redação da Menu

Nesta terça-feira (18) a Polícia Civil de São Paulo, em ação conjunta com a Secretaria da Fazenda e a Procuradoria Geral do Estado, desmantelou um esquema fraudulento, que estava sob o comando de um dos maiores importadores de vinho do Brasil.

A ação, batizada de Vino Veritas, bloqueou R$ 7 milhões em contas bancárias, além de 20 carros de luxo e nove imóveis, pertencentes ao grupo de investigados. O não recolhimento de impostos por parte da empresa ultrapassou os R$ 200 milhões.

Quatro estabelecimentos da zona Norte da capital paulista foram alvos da operação, que ainda investiga se outros comerciantes estariam envolvidos no esquema.

Polícia Civil, ao lado da Secretaria da Fazenda e da Procuradoria Geral do Estado, investiga fraude de importador de vinhos (Foto: Divulgação)

Segundo as informações divulgadas pela operação, o esquema acontecia a partir de simulações de importações de vinhos por colaboradores do Alagoas. Depois, o grupo transferia os vinhos para empresas de São Paulo para serem revendidos a restaurantes, supermercados e adegas. O objetivo era reduzir e até eliminar os impostos, já que o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) não era recolhido.

“Esse tipo de operação demonstra a força do Estado no combate à sonegação fiscal, além de ser um importante instrumento para estabelecer a concorrência leal entre os contribuintes”, explicou Henrique Meirelles, secretário da Fazenda e Planejamento.