Bebida

Conheça o pub que pretende ser o mais ético do mundo

Pub oferece lanches veganos (Foto: Reprodução/iStock)

Da redação da Menu

Inaugurado recentemente em Londres, o The Green Vic pretende se tornar o pub mais ético do mundo. De acordo com o The Telegraph, Randy Rampersad, o fundador do bar procura alternativas para diminuir a produção de lixo.

No local, desde o vinho espumante ao papel higiênico, é considerado de forma diligente e deve ter algum benefício ético, ambiental ou social.

O empreendimento foi idealizado por Rampersad, que passou anos viajando e trabalhando em hospitalidade. “Eu queria fazer do mundo um lugar melhor e administrar meu próprio negócio, mas estava esperando por esse momento”, disse.

O papel higiênico utilizado no pub é fornecido pela Who Gives a Crap, feita de 100% de papel reciclado, que doa lucros para projetos de saneamento em todo o mundo. Para beber, a casa oferece uma toast pale ale, uma cerveja feita de pães não vendidos e crostas de pão não usadas. Já os hambúrgueres, batatas fritas, cachorros-quentes são todos veganos.

O Green Vic também patrocina instituições de caridade locais, como o Hackney Food Bank, e em breve terá uma programação semanal rotativa de instituições de caridade parceiras, com dinheiro de coquetéis ou pratos doados em particular; Cinco libras de cada brunch de sábado também vão para a caridade.

Entre os funcionários, da equipe de nove pessoas, três são ex-sem-teto e há um compromisso de contratar pessoas de origem desfavorecida. Rampersad estará pagando a si mesmo um salário e diz que ele superou os cartões de crédito e conseguiu um empréstimo comercial para financiar o empreendimento.

Cartaz com a frase “Fique bêbado e salve o mundo!” usado para divulgar o pub (Foto: Reprodução/Facebook)

Atualmente, The Green Vic está iniciando uma residência de três meses. Encontrar investimento é fundamental para o crescimento e a ascensão do investimento ético não poderia ter ocorrido em um momento melhor. Aqueles com quem ele falou pediram provas de conceito antes que pudessem apoiá-lo.

“Eu quero que as pessoas contribuam sem mudar sua rotina diária normal. Essa é a chave. Nós, os britânicos, adoramos ir ao pub, então é um pouco óbvio, e é por isso que fiquei tão impressionado que ninguém fez isso antes Eu quero que as pessoas venham porque é um bom pub”, conclui o empreendedor.