Comidas

Restaurante Chez Claude leva ao pé da letra o ‘sentir-se em casa’

Chez Claude, do chef Claude Troisgros, completa dois anos em dezembro (Foto: Beatriz Marques)

Por Beatriz Marques

Sentir-se em casa.
Assim é dito no nome e cumprido na prática no restaurante Chez Claude, do chef Claude Troisgros, no Leblon, que completa dois anos em dezembro.

A cozinha é literalmente aberta para o salão, sem nenhuma divisória, e os clientes que estão nas mesas ao redor podem acompanhar a dança dos cozinheiros, orquestrada pela chef executiva Jessica Trindade ou mesmo pelo próprio maestro Troisgros, que ainda arranja tempo na agitada agenda para liderar a cozinha – além de outros restaurantes (CTs Brasserie e Boucherie, Le Blonde e Olympe fazem parte do grupo) e programas no canal GNT com o fiel escudeiro João Batista, em breve ele comandará um reality show culinário na rede Globo.

Ovos mexidos com caviar e farofa com panko (Foto: Beatriz Marques)

Se em casa costumamos preparar uma comida para dividir com os familiares, não seria diferente no Chez Claude. A ideia é pedir pratos para compartilhar. A disputa por colheradas sempre é acirrada nos ovos mexidos com caviar e farofa com panko (R$ 38), um dos pratos que não saem do cardápio desde a abertura.

Também vale experimentar as novidades, como o delicado suflê de pirarucu com cavaquinha, bisque feita com polvo e cogumelo-de-paris fresco (R$ 38); e o magret de pato com risoni em molho bem reduzido de laranja, pancetta e macadâmia (R$ 68), de sabores intensos e perfumado. E se surpreender com os pratos do dia: na nossa visita, foi preparada a tilápia fresca com beterraba assada e manjericão (R$ 46).

Suflê de pirarucu com cavaquinha, bisque feita com polvo e cogumelo-de-paris fresco (Foto: Beatriz Marques)

O Chez Claude abre somente no jantar, de segunda a sábado, a partir das 18h30 – para quem deseja começar o happy hour e emendar a noite no melhor clima carioca.