Bebida

Cientistas desenvolvem língua artificial para verificar falsificação de uísque

Segundo os pesquisadores, a tecnologia é capaz de captar diferenças entre a mesma marca com 99% de precisão (Foto: Reprodução/iStock)

da redação da Menu

Cientistas britânicos desenvolveram uma língua artificial pode verificar diferenças sutis em doses de uísque para combater a falsificação da bebida.

Segundo o site newscientist.com, a tecnologia é capaz de captar as diferenças entre a mesma marca envelhecida em diferentes barris, com mais de 99% de precisão.

“Nós a chamamos de língua artificial porque age de forma semelhante a uma língua humana. Como nós, não consegue identificar os químicos individuais que tornam o sabor do café diferente do suco de maçã, mas pode facilmente identificar a diferença entre essas misturas químicas complexas”, diz Alasdair Clark, da Universidade de Glasgow, na Escócia.

Ao ser derramado sobre o dispositivo, o uísque é absorvido e tem suas propriedades reveladas. Clark e outros pesquisadores usaram a língua para provar uma seleção de uísques de Glenfiddich, Glen Marnoch e Laphroaig.

“Nos concentramos no uísque neste experimento, mas a língua artificial poderia ser usada facilmente para provar qualquer líquido, o que significa que pode ser usada para uma ampla variedade de aplicações”, diz Clark. Além de verificar a falsificação de bebida, o dispositivo pode ser usado em testes de segurança de alimentos e controle de qualidade.