Comidas

Universidade de Cambridge reduz emissões de carbono após retirar carne do cardápio

Universidade está oferecendo alternativas ao cordeiro e carne bovina em seu cardápio (Foto: Reprodução/iStock)

da redação da Menu

A Universidade de Cambridge, na Inglaterra, conseguiu reduzir significativamente as emissões de carbono relacionadas a alimentos desde a retirar a carne de cordeiro e bovina de seu cardápio.

Segundo o jornal britânico The Independent, a instituição acadêmica se comprometeu em 2016 a abandonar totalmente a carne vermelha de suas oferta de alimentos no campus em favor de mais pratos à base de plantas.

A medida foi implementada como parte da política de alimentos sustentáveis ​​da universidade, que também se esforçou para oferecer peixes que considerados de origem sustentável.

De acordo com um novo relatório interno, a um relatório interno mostrou que a medida resultou numa redução de 10,5% nas emissões globais de carbono. Intitulado “Nossa jornada sustentável de alimentos”, o relatório descobriu que a redução nas emissões de carbono ocorre em meio a um aumento na quantidade de alimentos comprados.

Para oferecer um número maior de opções veganas para os estudantes, os chefs que atuam no campus universitário receberam aulas especiais de culinária à base de plantas. As opções sem proteína animal também foram estrategicamente colocadas na cantina, a fim de incentivar os clientes a comprá-las.

O impacto ambiental da produção global de carne está documentado em um estudo divulgado em 2018, que orienta a população mundial a adotar uma “dieta flexitária”, consumindo menos carne para diminuir a emissão de carbono em escala mundial.