Acontece

A Casa do Porco é eleito o sexto melhor restaurante da América Latina

Jefferson Rueda é o responsável pela cozinha do único representante brasileiros entre os 50 melhores restaurantes do mundo (foto: Divulgação)

por Esther Morel

Depois de entrar na lista 50 Best dos melhores restaurantes do mundo, na 39ª colocação, A Casa do Porco, do casal de chefs Jefferson e Janaína Rueda, foi eleito o sexto melhor estabelecimento da América Latina.

A lista do Latin America’s 50 Best Restaurants foi anunciada na noite desta quinta-feira (10), em Buenos Aires, e conta com mais oito brasileiros: D.O.M. (10º), de Alex Atala; Maní (18º), de Helena Rizzo; Oteque (23º), de Alberto Landgraf; Lasai (24º), de Rafa Costa e Silva; Olympe (35º), de Thomas Troisgros; Evvai (40º, estreante), de Luiz Filipe Souza; Manu (41º, estreante), de Manoella Buffara; e Mocotó (43º), de Rodrigo Oliveira.

O Porco San Zé, d’A Casa do Porco, comandada pelo chef Jefferson Rueda (Foto: Divulgação/A Casa do Porco)

Vale destacar que esta é a primeira vez que um restaurante sem ser o D.O.M. leva a premiação de melhor do Brasil.

Na parte de cima da lista, poucas novidades. O Maido, de Lima, comandado pelo chef Mitsuharu “Micha” Tsumura, ficou com o título de melhor restaurante da América Latina pela terceira vez consecutiva, seguido pelo seu conterrâneo Central, de Virgilio Martínez Véliz.

Na sequência vêm o mexicano Pujol, de Enrique Olvera, a tradicional parrilla argentina do Don Julio, de Pepe Soleto, e o chileno Boragó, de Rodolfo Guzmán, fechando o top 5 deste ano.

A chef Manoella Buffara, do Manu, em Curitiba, foi uma das brasileiras estreantes no 50 Best Latin America

Além da lista dos melhores restaurantes do ano, o 50 Best destacou cozinheiros e estabelecimentos específicos, entre eles, o Lasai, que recebeu o prêmio “a arte da hospitalidade”.

Outros destaques individuais foram: Carolina Bazán, do Ambrosia, (melhor chef mulher); Pedro Miguel Schiaffino, do Amaz (ícone do ano); Luis Robledo (melhor confeiteiro); Tomás Kalika, do Mishiguene, (escolha do chef, votado por outros chefs); Alcalde (restaurante que mais subiu posições); Central (prêmio de sustentabilidade); Kjolle (melhor estreia do ano); Celele, em Cartagena, (revelação, one to watch).

Confira a lista completa dos 50 melhores restaurantes da América Latina em 2019:

1. Maido (Lima, Peru)
2. Central (Lima, Peru)
3. Pujol (Cidade do México, México)
4. Don Julio (Buenos Aires, Argentina)
5. Boragó (Santiago, Chile)
6. A Casa do Porco (São Paulo, Brasil)
7. El Chato (Bogotá, Colômbia)
8. Leo (Bogotá, Colômbia)
9. Osso (Lima, Peru)
10. D.O.M. (São Paulo, Brasil)
11. Quintonil (Cidade do México, México)
12. Isolina (Lima, Peru)
13. Astrid y Gastón (Lima, Peru)
14. Alcalde (Guadalajara, México)
15. Pangea (Monterrey, México)
16. Sud 777 (Cidade do México, México)
17. Maito (Cidade do Panamá, Panamá)
18. Maní (São Paulo, Brasil)
19. Rafael (Lima, Peru)
20. Mishiguene (Buenos Aires, Argentina)
21. Kjolle (Lima, Peru)
22. Harry Sasson (Bogotá, Colômbia)
23. Oteque (Rio de Janeiro, Brasil)
24. Lasai (Rio de Janeiro, Brasil)
25. Tegui (Buenos Aires, Argentina)
26. La Mar (Lima, Peru)
27. Rosetta (Cidade do México, México)
28. Máximo Bistrot (Cidade do México, México)
29. Chila (Buenos Aires, Argentina)
30. Ambrosia (Santiago, Chile)
31. Nicos (Cidade do México, México)
32. Le Chique (Cancún, México)
33. Parador La Huella (Jose Ignacio, Uruguai)
34. De Patio (Santiago, Chile)
35. Olympe (Rio de Janeiro, Brasil)
36. Mil (Cusco, Peru)
37. 040 (Santiago, Chile)
38. La Docena Polanco (Cidade do México, México)
39. El Baqueano (Buenos Aires, Argentina)
40. Evvai (São Paulo, Brasil)
41. La Docena (Guadalajara, México)
42. Manu (Curitiba, Brasil)
43. Mocotó (São Paulo, Brasil)
44. Osaka (Santiago, Chile)
45. Elena (Buenos Aires, Argentina)
46. Gran Dabbang (Buenos Aires, Argentina)
47. 99 (Santiago, Chile)
48. Malabar (Lima, Peru)
49. Mayta (Lima, Peru)
50. Narda Comedor (Buenos Aires, Argentina)