Acontece

Restaurante Popular

Disco de carne é uma instituição da cozinha goianiense (Foto: Beatriz Marques)

Por Beatriz Marques

Primeira parada obrigatória em Goiânia. Há mais de 30 anos o Restaurante Popular, antes chamado de “Restaurante da 72”, oferece em sistema de bufê pratos típicos da cozinha goiana, que mudam diariamente.

Galinhada sem ou com pequi (se estiver na época), quiabo e jiló refogados, guariroba cozida (aquele palmito mais amargo típico do Cerrado), bife de chapa, disco de carne e até macarrão de pouso de folia, prato com frango caipira que é oferecido durante as festas de folia.

Figo em calda quase pronto para servir (Foto: Beatriz Marques)

“Nossas receitas são bem caseiras e usamos sempre o tempero feito com alho, cebola, sal, pimenta-de-cheiro”, conta Lourdes Salomão, de 78 anos, dona do restaurante que está sempre coordenando a cozinha – composta, em sua maioria, por mulheres – e acompanhando o movimento do salão, frequentado desde trabalhadores humildes até grandes empresários e políticos.

Outra atração não menos importante é a vitrine de doces, um verdadeiro patrimônio da cidade. Entre as delícias que costumam desfilar por lá estão a goiaba cremosa, os doces de mamão e figo verde, cocada, ameixinha de queijo e ambrosia – esta última, por sinal, é um dos ícones de Dona Lourdes, que teme pelo desaparecimento da receita. “Eu preciso ensinar do meu jeito. Um dia eu não estarei mais aqui”, diz. “Eu bato os ovos ao meio-dia. Então coloco o leite fervendo, com açúcar e canela em pau. Deixo fervendo bem devagar. Só fica pronto lá pelas 17h. E aí eu levo para geladeira”, explica.

A ambrosia, um dos carros-chefe da casa (Foto: Beatriz Marques)

O bufê de almoço custa R$ 25, com direito à ambrosia (outros doces são cobrados à parte) e o comercial (prato feito) sai R$ 40.

rua 72, 524 – Centro
(62) 3324-6150 – Goiânia – GO
@restaurantepopular72