Cultura

Restaurante é multado em R$ 267 mil por proibir entrada de cão de serviço

Cão teve entrada barrada no restaurante (Foto: Reprodução/iStock)

da redação da Menu

Besim Kukaj, proprietário do restaurante Limon Jungle em Nova York, terá que pagar multa de US $ 64 mil (cerca de R$ 267 mil) por discriminação contra cães de serviço em seus restaurantes.

De acordo com o jornal Whasington Post, a penalização ocorre após Henry Goldstein acompanhado de seu cão de serviço serem barrados na porta do restaurante. Tais animais são treinados para ajudar pessoas com deficiência visual, auditiva, entre outras. Goldstein sofre de ansiedade, e o cão lhe ajuda a conviver melhor com a situação.

Ele apresentou queixas no Escritório de Julgamentos e Audiências Administrativas da cidade (OATH) e na Comissão de Direitos Humanos. Um juiz do OATH decidiu a favor de Goldstein, e aplicou a multa no empresário.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana