Comidas

Degustação de panetones 2019: Frutas cristalizadas, passas e só

Frutas cristalizadas, secas e uvas passas: apesar de polêmicas, ainda são unânimes no Natal e geram ótimos panetones clássicos (Foto: Reprodução/iStock)

por Esther Morel

Frutas cristalizadas, passas e só

Todo mundo conhece alguém que automaticamente torce o nariz quando vê um chocotone e que se orgulha de gostar do panetone tradicional, aquele que leva apenas uvas passas e frutas cristalizadas – e só, como o nome da categoria sugere.

As opções são tantas, que às vezes fica difícil de escolher o melhor, especialmente se quisermos fugir das marcas de sempre, com suas receitas que dificilmente mudam. Mas vamos mostrar que é possível inovar mesmo na categoria mais tradicional e não abrir mão da qualidade e do sabor.

Panetone em formato genovês com frutas cristalizadas – Ofner (Foto: Divulgação)

Ofner – 1kg – R$ 75

O destaque da Ofner para 2019 é o panetone tradicional em formato genovês – mais baixo, mais largo e mais amanteigado. Degustamos a versão com frutas cristalizadas e uvas passas, que não deixa nada a desejar para os concorrentes. A presença de mais manteiga na receita, aliada à fermentação natural, deixa o panetone mais fofinho e a sensação de derretimento na boca. As frutas ficam com distribuição irregular em algumas fatias, mas, no geral, é um panetone bem justo para a categoria, para agradar qualquer purista.
A marca também apresentou outros dois lançamentos (não degustados): Gotas de Chocolate Genovês Premium (R$ 75, 750g) e Ruby & Vanilla (R$ 95, 1kg), com amora, framboesa e mirtilo, recheado de creme de baunilha e frutas vermelhas, coberto com chocolate Ruby e pedaços de framboesa. Eles podem ser encontrados em todas as unidades e também no site.
@ofner

Panetone de frutas secas com cobertura crocante de amêndoas – Jules L’art du Pain (Foto: Reprodução/Instagram)

Jules L’Art du Pain – 600g – R$ 33,90

Estreante no mundo dos panetones, a Jules L’Art du Pain é uma boulangerie da capital paulista. A receita é produzida de forma 100% artesanal, com fermentação natural, farinha orgânica francesa, sem aditivos, corantes ou essências, o que dá para notar na hora do corte: o cheiro de essência de panetone – enjoativo e usado à exaustão na indústria – não é presente, sendo possível identificar o cheiro natural da fermentação. O resultado é um panetone bem leve, com boa proporção de frutas secas na massa e uma cobertura crocante com amêndoas para dar uma elevada no nível. Além disso, o custo-benefício é muito bom.
Outras opções não degustadas da marca: tradicional (sem cobertura crocante), R$ 26,90 (550g); chocolate belga (sem cobertura crocante), R$ 29,90 (550g); chocolate belga com cobertura crocante de avelãs, R$ 33,90 (600g). Todas as versões podem ser encontradas nas duas unidades da padaria em Moema e na Vila Nova Conceição.
@padariajules

Panetone artesanal com frutas cristalizadas – Rubaiyat (Foto: Divulgação)

Rubaiyat – 500g – R$ 69,90

O Grupo Rubaiyat é especializado em carnes, mas também se aventurou na onda dos panetones. Experimentamos a versão tradicional, com frutas cristalizadas – com notas um pouco alcoólicas demais, mas sem estragar a experiência -, e o resultado é um produto correto, sem pirotecnias, que pode abrilhantar a ceia de Natal, especialmente com a apresentação em lata, que vai fazer sucesso.
A casa ainda oferece uma versão com chocolate belga e doce de leite (R$ 69,90, 500g). As encomendas podem ser feitas através do e-mail vendas@rubaiyat.com.br.
@rubaiyatbrasil

Panetone clássico com frutas cristalizadas – Carlo’s Bakery (Foto: Reprodução/Facebook)

Carlo’s Bakery – 908g – R$ 74,90

Grande sucesso em São Paulo, a confeitaria do chef-celebridade Buddy Valastro trouxe pela primeira vez os panetones da marca, que estarão a venda somente nas duas unidades. Recebemos o panetone clássico para degustar e o resultado é satisfatório. As frutas cristalizadas às vezes ficam mal distribuídas, dependendo da fatia, e a massa acabou pesada demais, o que pode comprometer o paladar – especialmente se sua missão de fim de ano for comer o máximo de panetone possível. É possível comprar a mesma receita em três apresentações: em caixa (R$ 29,90, 500g), em lata pequena (R$ 44,90, 500g) e em lata grande (R$ 74,90, 908g). A marca também disponibilizou uma versão de chocotone (não degustada): em caixa (R$ 29,90, 500g), em lata pequena (R$ 49,90, 500g) e em lata grande (R$ 79,90, 908g).
@carlosbakerysp

Panetone clássico com frutas cristalizadas, sem adição de açúcar (Foto: Divulgação)

Linea – 400g – R$ 23,60 (preço sugerido)

Quem quer apostar em um Natal sem açúcar – e começar a por em prática as resoluções de 2020 antes do ano acabar – pode encontrar no panetone tradicional da Linea uma boa opção. Dentre as marcas mais comuns, a Linea apresentou um panetone com bom custo-benefício, simples e com execução regular. A distribuição de frutas cristalizadas poderia ser maior e a massa um pouco menos seca. No geral, é um panetone sem muitos destaques: atende bem um público que acaba ficando sem opções no meio de tantas receitas açucaradas e preenche bem o espaço do cafezinho.
@lineaalimentos

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana