Comidas

restaurante voltado à culinária amazônica chega a São Paulo

Tartare com ervas da floresta amazônica (Foto: Divulgação)

da redação da Menu

Com a proposta de aliar a culinária mundial com elementos da Amazônia, o restaurante Amazônico chega a São Paulo. A casa oferece experiências sensoriais que transportam o cliente para a região, com pratos criados pelos chefs, Jhosy Bitencourtt e Antonio Comarú, ambos nascidos na região.

A casa conta com um espaço sensorial, com apenas 11 lugares. O local, de nome Oca Cabocla Moderna, tem projeção mapeada na parede e na mesa e requer a utilização de óculos de realidade virtual em alguns momentos. Enquanto as refeições são servidas é possível se transportar para a Amazônia: florestas, bichos, praias de água doce e festivais se somam a alta gastronomia.

Nhoque de jambu é opção para os vegetarianos (Foto: Divulgação)

Além do espaço sensorial, a casa possui mais dois ambientes. A varanda, na entrada do restaurante, e o salão principal, decorado com quadros feitos de tintas naturais, cortina de cipó, esculturas e máscaras feitas de escama de peixe, ferrão de arraia, sementes da floresta, miriti e pedras brasileiras. As máscaras foram feitas pelas tribos indígenas da Amazônia e estão à venda.

No cardápio, opções para abrir o apetite, como os bolinhos amazônicos (R$ 41); camarões rosa no moquém (R$ 92); e crispy de Tapioca (R$ 41). Outras opções de entrada são o carpaccio amazônico (R$ 61); e o tartare com ervas da floresta (R$ 65).

Entre os pratos principais estão a paella da Amazônia (R$ 98), filé de peixe na manteiga de cumaru (R$ 85); e o confit de pato à moda do Pará (R$ 81). Para os vegetarianos, as sugestões são o nhoque de jambu (R$ 55).

Profiteroles com creme de cumaru (Foto: Divulgação)

Para finalizar a experiência, banana-da-terra Assada (R$ 25), profiteroles com creme de cumaru (R$ 31); e cheesecake amazônico (R$ 28).

Para beber, a carta de drinks oferece receitas autorais, como erva da sedução (R$ 33), à base de vodca, açaí, sumo de limão, xarope de açúcar, xarope de cumaru, e espuma de cupuaçu e flor comestível; o guaraná sour (R$ 33), preparado com conhaque, licor de jambu, angostura aromatics, sumo de limão, xarope de guaraná, xarope de açúcar e clara de ovo; e o jambu expresso (R$ 33), feito com vodca, cachaça de jambu, licor de jambu, amarula, café expresso, xarope de açúcar e jambu em pó.

rua Inhambu, 1185 – Moema
(11) – 2338 2371 – São Paulo – SP
restauranteamazonico.com.br
De terça a domingo, das 12 às 15 de terça à sexta e domingo das 12 às 17h (almoço). De terça a quinta, das 19h às 23, sexta, das 19h às 030 (jantar). Sábado, das 12h às 0h30.